Prefeitura de Rio Branco dá assistência direta aos produtores rurais em feirinhas de bairros

Com o serviço da prefeitura a renda é total do produtor (Foto: Diego Dias)

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria municipal de Agropecuária (Seagro), proporciona, diariamente aos agricultores familiares, assistência técnica e de logística para que possam levar seus produtos pra vender na capital. O trabalho começa de madrugada, por volta das 2h da manhã.

Neste domingo (21) os produtores que moram na estrada AC-10, que liga Rio Branco a Porto Acre, receberam a visita do secretário Eracides Caetano que acompanhou de perto o trabalho realizado pela equipe da Seagro. Eracides informou que se sente muito feliz em poder ajudar esses trabalhadores e que não se considera secretário, e sim, um produtor rural.

“Minha vida toda trabalhei na agricultura, sei o quanto é difícil levantar de madrugada e levar o seu produto para a feira para poder trazer o seu sustento.”

Oito caminhões foram recuperados para ajudar no transporte dos pequenos produtores da agricultura familiar. 220 famílias são levadas de suas localidades para as feirinhas de bairros, sem custo algum. No Ramal que dá acesso ao Polo Geraldo Fleming fica a primeira família de agricultores que aguardava o caminhão para pegar seus produtos e trazer para a feira, na capital.

Eliana Guimarães é produtora e ressaltou o trabalho que a prefeitura está fazendo, disse que é essencial na vida dela e dos produtores rurais.

“A gente come e paga as dívidas daqui, se não tem a feira, o caminhão, nós não teríamos para quem vender. Nossos filhos estudam e precisam pagar passagem e tudo sai daqui”.

A cada parada mais produtos são embarcados pelos próprios produtores. Até o secretário Eracides Caetano ajudou a embarcar os produtos. Os produtores comercializam de tudo: frutas, legumes, peixes, carne de porco. Tudo vai para o caminhão, que entra pela madrugada.

Natália Oliveira também é produtora e há muito tempo já atua nesse ramo. Disse que não poderia estar mais satisfeita com essa gestão e o cuidado que estão tendo com os produtores.

“Estou aqui há 22 anos e sempre trabalhei nesse ramo, na feira com hortaliças.Hoje está muito melhor”.

Já é de manhã quando o caminhão chega no antigo Terminal de Integração que fica no bairro Adalberto Sena. Aqui as barracas já estão montadas e prontas para receber os produtos, que logo começam a ser organizados pelos produtores. Tudo fresquinho, esperando os clientes que não demoram a aparecer.

Gênesis Nascimento informou que encontra de tudo com os produtores nas feiras.

“Verduras, pamonha, às vezes, uma carne de porco. Tem tudo aqui e o preço é bom”.

O coordenador de Transporte da Seagro, Felipe de Freitas, conta que agora os produtores estão muito satisfeitos, porque todas as despesas com caminhão, combustível e montagem de barracas é por conta da prefeitura. No passado eram divididas entre produtor e gestão.

O coordenador frisou que o grande ganho é dos produtores, pois, segundo ele, em gestões anteriores o produtor pagava a montagem da banca, o combustível, e que só o combustível, muitas vezes, representava em torno de 50% do ganho que os agricultores tinham.

“ Hoje a renda é totalmente do produtor, todo esse transporte que realizamos para as feiras e mercados municipais, que são 12, é totalmente a custo zero”.

O líder da feira, Alcemir Andrade, explicou que durante toda a manhã o movimento de pessoas na feirinha é grande, que os clientes saem satisfeitos com suas compras e os produtores retornam pra casa felizes com mais um dia vencido.

“Assim se cumpre mais um dia de trabalho que não termina hoje, semana que vem tudo começa novamente”, concluiu.

 

Outras notícias...