Município decreta Situação de Emergência por estiagem em Rio Branco

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, assinou nessa segunda-feira, 30, o Decreto nº 1.257/2021, da mesma data, declarando Situação de Emergência por Estiagem no âmbito do Município. O documento leva em consideração a redução das chuvas na capital, o que está causando considerável redução no nível do rio Acre, que se encontra abaixo da média histórica para o período, afetando consideravelmente o abastecimento de água.

O decreto também leva em consideração que os meses de agosto e setembro são, historicamente, de maior criticidade devido aos baixos índices de chuva e fluviometria, em consequência do baixo nível de represas e poços fornecedores de água na zona rural, bem como a necessidade de se adotar medidas de resposta, preparação e recuperação dos cenários já acometido dos desastres provocados pela estiagem.

De acordo com o coordenador municipal de Defesa Civil, major-BM Cláudio Falcão, o decreto tem por finalidade ampliar e agilizar o socorro às comunidades que estão sofrendo com a estiagem.

“Com essa decretação, o prefeito Tião Bocalom agiliza as ações de socorro, passa poderes à Coordenação de Defesa Civil, para coordenar e mobilizar todas as Secretarias do Município para levar socorro às comunidades afetadas. Nosso foco principal neste momento são as comunidades rurais”, concluiu Falcão.