Prefeitura de Rio Branco entrega uma caminhonete à Economia Solidária, fruto de emenda parlamentar

Notícias SDTI
(Foto: Evandro Derze/Assecom)

Visando o fortalecimento da Economia Solidária na capital, a Prefeitura de Rio Branco, por meio de suas secretarias, não tem medido esforços para proporcionar todos os meios necessários de apoio. Prova disso, foi a entrega no ano passado de um caminhão baú aos feirantes para que pudessem transitar com seus produtos de forma segura.

Quem também entendeu a relevância do serviço prestado pelos empreendedores foi a então vice-governadora do Acre, Mailza Assis, que na época em que foi senadora destinou emenda parlamentar de R$ 280 mil para a aquisição de uma caminhonete L200 Triton. A entrega do veículo aconteceu na tarde dessa quinta-feira (31), no Novo Mercado Velho. A solenidade contou com a presença de vereadores e representantes do Sebrae e da AgroNorte.

Tião Bocalom: “Vamos gerar emprego e renda” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

Segundo o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, a Economia Solidária é uma importante alternativa para que as pessoas possam ter independência financeira. Ele destacou que, após assumir a gestão, recebeu o coordenador da Economia Solidária, acompanhado do vereador Antônio Morais, quando pediram que o prefeito mantivesse a feirinha.

“Eu disse para ficarem tranquilos e de que teriam a minha palavra porque eu sei da importância de um trabalho desse. Como se tira uma coisa que está dando certo há tanto tempo? Parabéns à Economia Solidária, ao Carlos que comanda um grupo grande, principalmente de mulheres que se dedicam todos os dias para levar o pão de maneira honesta para a sua casa. Continuem assim contando com a prefeitura.Vamos gerar emprego e renda. Esse é o objetivo do nosso trabalho”, disse.

De acordo com Francinete Barros, assessora especial da vice-governadora e sua representante no evento, é uma honra para a gestora poder estar proporcionando essa emenda que resultou na aquisição do automóvel e vai auxiliar ainda mais o belo trabalho desenvolvido pelos empreendedores.

“Sabemos que a economia informal em nosso espaço ainda é muito latente e as oportunidades precisam aparecer e a Economia Solidária é isso, dignidade, força, sonho que as pessoas desenvolvem nesse espaço. Fico feliz que o prefeito disse que vão dar uma revigorada no espaço, até porque aqui é um ponto turístico e precisa ser olhado com muito carinho”, declarou.

O coordenador do Fórum Acreano da Economia Solidária, Carlos Taborga, falou sobre ser esse um momento de grande gratidão ao ver que a Prefeitura de Rio Branco e a vice-governadora Mailza Assis estão investindo no sonho de 450 famílias e assim, impulsionando cada vez mais a economia informal.

“Para nós é um momento de fortalecimento, a economia solidária vai poder se expandir, visitar outros municípios e também fortalecer outros fóruns municipais além do de Rio Branco. Isso é a Economia Solidária, o fortalecimento das famílias, que as pessoas que estejam aqui tenham dignidade porque o nosso maior objetivo hoje é fazer a inclusão social devolvendo o bem viver para as famílias e para as pessoas que estão conosco”, explicou.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Tecnologia e Inovação (SDTI) coronel Ezequiel Bino, reforçou que a gestão está empenhada em continuar apoiando esses empreendimentos, por isso, garantiu que muita coisa boa ainda vem por aí, inclusive uma manutenção no espaço em que estão os feirantes.

“Qualquer investimento na Economia Solidária é investimento em emprego, renda e riqueza para a nossa cidade. Muita gente depende disso aqui. A Prefeitura vai fazer muitas melhorias aqui, os investimentos estão chegando. Vamos tornar esse lugar muito melhor para que além da comida gostosa, ele fique com uma aparência ainda melhor para receber bem o nosso rio-branquense e turista”, destacou.