Prefeito de Rio Branco prestigia posse de juízes do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre

Ato reuniu autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, parentes e amigos dos magistrados empossados (Foto: Val Fernandes/Assecom)
Francisco: “São procedimentos importantes que renovam o processo eleitoral” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, prestigiou na manhã desta terça-feira (24), no Plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre (TRE-AC), a solenidade de posse dos juízes efetivos Felipe Henrique de Souza e Carolynne Souza de Macêdo Oliveira para o biênio de 2023/2025.

Tião Bocalom: “É uma satisfação participar de atos do TRE” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O ato reuniu diversas autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, parentes e amigos dos magistrados empossados, além da presença da Banda de Música da Polícia Militar do Acre (PMAC) para abrilhantar ainda mais o evento.

Segundo o prefeito, este é um importante momento para os juízes empossados que certamente engrandecerá o trabalho da Corte Eleitoral.

“É uma satisfação poder participar desses atos do TRE. A posse dos novos juízes Dra. Carolynne e Dr. Felipe é muito importante porque vão tocar as próximas eleições e como já passei por muitas delas, confio no trabalho do TRE-AC e não poderia deixar de comparecer”, disse.

O presidente do TRE-AC, Desembargador Francisco Djalma, parabenizou os novos membros e enfatizou a importância dessa contínua renovação.

“São procedimentos importantes que renovam e garantem o processo eleitoral e por via de consequência, a própria democracia”, explicou.

Carolynne: “É mais uma oportunidade de exercer a jurisdição” (Foto: Val Fernandes/Assecom)
Felipe: “É uma honra estar nessa vaga de jurista” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Os novos empossados para os cargos de membros efetivos da Corte Eleitoral, nas classes de Juiz Federal e de Jurista, agradeceram pelas boas-vindas e firmaram o compromisso com os princípios da democracia.

“É mais uma oportunidade de exercer a jurisdição, agora em outra dimensão, na esfera eleitoral e de contribuir com a sociedade na medida do possível utilizando todos os nossos esforços para promover a democracia”, declarou a juíza Carolynne Souza de Macêdo Oliveira.

“É uma honra estar aqui nessa vaga de jurista, como digo, é uma vaga emprestada pela advocacia e ela estará bem representada nesses dois anos”, disse o juiz Felipe Henrique de Souza.