Prefeito de Rio Branco recebe Ministério Público para tratar sobre o Centro de Atendimento ao Autista, O Mundo Azul

 

MP apresentou ao prefeito necessidade de reforma no Centro de Atendimento ao Autista – O Mundo Azul (Foto: Evandro Derze/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, recebeu na manhã desta sexta-feira (13), a procuradora de Justiça Gilcely Evangelista e o promotor Ocimar Sales, ambos representando o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

O MP apresentou ao prefeito a necessidade de uma reforma no Centro de Atendimento ao Autista – O Mundo Azul.

Segundo o prefeito, o centro foi construído em 2018 e realmente necessita de uma reforma, ele explicou que será realizado um paliativo, para que os atendimentos às 140 crianças não sejam prejudicados.

Além disso, o prefeito Tião Bocalom enfatizou que a Funtac já está realizando uma avaliação geológica para saber se a reforma pode ser realizada no terreno ou se a melhor alternativa será construir o Centro em outro local.

“É uma questão que demora mais tempo, e para ser mais rápido, a secretária da Semsa, Sheila Andrade, vai autorizar um paliativo interno. O nosso negócio é cuidar das pessoas e a parceria com o Ministério Público tem cada vez mais se fortalecido e quem ganha com isso é a sociedade”, explicou.

Sheila: “vamos avançar e dar uma melhor qualidade de vida” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

A secretária municipal de Saúde, Sheila Andrade, explicou que, já na próxima semana, será dada a ordem de serviço para os reparos provisórios no Centro e que equipes multiprofissionais serão montadas para, também, atender em Unidades de Referência em Atenção Primária (Uraps).

“Vamos ampliar os atendimentos no Centro de Atendimento ao Autista também dentro das unidades. Muito bom estar em diálogo, vamos avançar e dar uma melhor qualidade de vida, não só para as crianças, mas também para os pais”, disse.

Ocimar: “Sou grato à prefeitura por priorizar a demanda dos autistas” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

O promotor Ocimar Sales agradeceu pela prefeitura priorizar a demanda dos autistas, pois a reforma do Centro é um pedido diário dos pais das crianças, que sabem a importância do Mundo Azul para a qualidade de vida dos seus filhos.

“Muito satisfeito, pois persiste a intenção do município em um projeto ainda maior, que é a construção de um Centro, que irá atender mais de 600 crianças. Para uma medida mais imediata, saímos satisfeitos, pois, a partir da próxima semana, estará sendo feita a reforma para atender melhor essas crianças”, esclareceu.