Grupo Gestor do PAA Municipal se reúne com coordenadores de Cras para apresentar melhorias no programa

Com o olhar atento para a política de segurança alimentar e nutricional, a Prefeitura de Rio Branco, reuniu, nesta quinta-feira (12), no auditório do Ceasa, os coordenadores dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e o Grupo Gestor do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Municipal).

O encontro serviu para apresentar aos coordenadores dos Cras, as mudanças implantadas no PAA Municipal, como a definição de um novo horário para o recebimento das hortaliças (até 10 horas da manhã) e a inclusão do arroz e do feijão nos Kits Verde, que no momento é composto por abóbora, banana, alface, couve, limão, cheiro-verde, mandioca e pimenta de cheiro.

Para Elisandra Sales, assistente social do Banco de Alimentos e responsável pela distribuição, com a reorganização do prazo de recebimento, as famílias são as principais beneficiadas.

Com a reorganização do prazo de recebimento, as famílias são as principais beneficiadas / Foto: Asseecom

“Alguns beneficiários nos relataram que nem todas as hortaliças chegavam frescas. Isso ocorria porque os fornecedores traziam os alimentos a qualquer hora do dia. Com o novo prazo, o Banco de Alimentos e os oito Cras agora podem se planejar para realizar a distribuição dos alimentos em até um dia, em suas melhores condições de conservação”.

Sobre a inclusão do arroz e feijão nos Kits Verde, os agricultores garantem que, por causa do tempo necessário para a colheita, as entregas devem iniciar no mês de maio e se estender de quatro a seis meses.

Manoel Matias, engenheiro agrônomo da Secretaria Municipal de Agricultura (Seagro) e coordenador do Grupo Gestor do PAA, ressaltou que as mudanças contemplam, tanto a política de desenvolvimento da agropecuária municipal, uma das prioridades da gestão, como também a rede socioassistencial do município, na composição de uma cesta básica saudável e de qualidade.

“Acreditamos que os avanços que propusemos na distribuição e entrega dos alimentos, incentivam ainda mais a agricultura familiar e garante às famílias atendidas pelo Cras, o acesso a uma alimentação mais completa e mais saudável”, garantiu.

PAA Municipal

O PAA municipal é um programa da atual gestão, que utiliza recursos próprios para comprar alimentos produzidos por pequenos produtores da agricultura familiar e os destina, gratuitamente, através da rede de assistência social, para pessoas em situação de vulnerabilidade e sem acesso à alimentação adequada.

O programa possui as finalidades básicas de garantir a política de segurança alimentar e nutricional em nossa capital e incentivar a agricultura familiar, gerando renda para o pequeno produtor. Ao todo, são beneficiadas através dos PAA e das oito unidades de Cras, 208 famílias por semana.

Todos os alimentos são adquiridos pela Secretaria Municipal de Agricultura (Seagro), em seguida são entregues ao Banco de Alimentos, que faz a seleção e, quando necessário, a higienização. Somente após esses procedimentos, que garantem a qualidade, os produtos são organizados para serem entregues aos Cras, e repassados às famílias.