Prefeito de Rio Branco e Seinfra se reúnem para alinhamento de programas habitacionais e Cidade da Criança

Cidade da Criança, visa montar um grande espaço recreativo para crianças (Foto: Evandro Derze/Assecom)

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom, recebeu na tarde desta quinta-feira (29), em seu gabinete, o secretário municipal de Infraestrutura, em exercício, Giuliano Ribeiro e equipe.

Giuliano: “Queremos iniciar a construção o quanto antes” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

A primeira pauta da reunião levantada pela Seinfra foi referente a apresentação do anteprojeto da Cidade da Criança, que visa montar um grande espaço recreativo para crianças de 0 a 14 anos do município.

“Nós vamos começar na próxima semana, iniciar a adequação. Queremos até o final do mês de janeiro estar com ele totalmente pronto, viabilizado, para que o prefeito possa a partir daí captar recursos para que o quanto antes, possa colocar isso em licitação e posteriormente construção”, explicou Giuliano Ribeiro.

Tião Bocalom: “Cidade da Criança vai ficar na história” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

“Vai ficar muito bonito e eu espero que até meados de 2024 possamos inaugurar essa Cidade da Criança que vai ficar na história, porque a criança é fundamental. Estamos fazendo de tudo para melhorar a educação de nossas crianças e elas também merecem uma área de lazer”, disse o prefeito.

Após isso, a equipe seguiu para dialogar sobre a definição dos terrenos que serão utilizados nos programas habitacionais 1.001 Dignidades e Minha Dignidade. O prefeito informou ainda que está muito feliz por estar definindo os últimos detalhes dos projetos.

“Nós queremos entrar o ano de 2023 o mais rápido possível. Fechando o ano com chave de ouro, porque a questão da habitação popular em Rio Branco é grave e nós vamos tentar resolver parte dela”, afirmou.

Alessandro: “Já definimos as áreas para os projetos” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

“Nós fizemos as últimas definições das escolhas das áreas, já tínhamos um grande levantamento e trouxemos as opções para ele, que já determinou os locais tanto para o 1.001 Dignidades quanto para o Minha Dignidade”, disse o secretário-adjunto de Urbanismo da Seinfra, Alessandro Rocha.