Prefeitura e Câmara de Vereadores assinam contrato para construção da nova sede do Parlamento Municipal

O prazo de execução da obra é de 18 meses (Foto: Evandro Derze/Assecom)

Há 59 anos sonhando com uma sede própria, a Câmara de Vereadores de Rio Branco finalmente concretizou o início deste sonho. Na manhã desta quarta-feira (28), o prefeito de Rio Branco e vereadores da capital assinaram o contrato com a empresa responsável pela construção da primeira fase da obra, que acomodará a parte administrativa e o plenário. Na segunda fase serão construídos os 24 gabinetes dos vereadores. O estacionamento será na parte subterrânea do prédio. O endereço da nova Câmara de Vereadores será na BR 364, em frente a Superintendência da Polícia Federal.

O orçamento total da obra é de R$ 28.651.498,83 (vinte e oito milhões, seiscentos e cinquenta e um mil, quatrocentos e noventa e oito reais, e oitenta e três centavos). De acordo com o presidente da casa, vereador Nogueira Lima, a Câmara possui R$ 20 milhões em caixa e a prefeitura terá uma parcela de contribuição para inteirar o valor da conclusão da obra.

“É um sonho realizado! De vereadores e funcionários da casa. É um projeto para 50 anos, arrojado… São 11.000 m² de construção. Nessa primeira etapa são 6.000 m² e na segunda 4.000 m². Então, é um projeto de realizações e de futuro.”

Para o prefeito Tião Bocalom, o valor da obra é bom e todo o trâmite mostra a transparência com o erário. Ele reforça o merecimento de uma nova sede à Câmara de Vereadores e lembra que o projeto foi encabeçado pelo Vereador Antônio Morais, e que tomou força com a atual mesa diretora.

“A câmara até hoje viveu de alugueis e concessão de prédios por parte do governo e da prefeitura. Ela precisa ter sua autonomia, tendo seu prédio próprio. Vamos fazer a primeira etapa com mais de 7 mil m², com um valor de R$ 11 milhões, ou seja, menos de R$ 2 mil o m².”

A oportunidade é, também, uma forma de aquecimento do mercado, com a geração de empregos na área da construção civil. A construtora vencedora da licitação fala da previsão de entrega da primeira fase da obra.

“A terraplanagem já está pronta, a prefeitura fez isso para Câmara, o prazo de execução é de 18 meses. Nós estamos preparados para, assim que for dada a ordem de serviço, começarmos a execução para entregar dentro do prazo”, concluiu o representante da Borges Comércio e Construção, Valcir Borges.