Prefeitura de Rio Branco inaugura projeto de videomonitoramento “Rio Branco Mais Segura”

São 324 câmeras espalhadas em locais estratégicos (Foto: Evandro Derze/Assecom)

A Prefeitura de Rio Branco inaugurou na manhã desta quinta-feira (22), o projeto de videomonitoramento “Rio Branco Mais Segura”. A proposta é uma realização da prefeitura, integrando as Polícias Militar e Civil e a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. São ao todo 324 câmeras espalhadas em locais estratégicos, no centro da cidade, e em locais de grande circulação.

O prefeito também assinou decreto municipal que cria um grupo de trabalho destinado a apresentar minuta de projeto de lei instituindo o programa de recompensa por disk denúncia, que objetiva a obtenção de informações relevantes no combate ao furto, roubo e ao comércio ilegal de fios e cabos à base de cobre e alumínio. O projeto, é idealizado pelo vereador Rutênio Sá, que abriu mão para que a prefeitura o apresentasse.

“Sabemos que não é uma responsabilidade da prefeitura, mas nós queremos ajudar e vamos buscar recursos  para que possamos implantar na cidade inteira. Nós estamos trazendo modernidade, numa parceria prefeitura e governo do estado, para que dê mais tranquilidade à população, pois ela não merece a insegurança que vive hoje.”

De acordo com o chefe do Gabinete Militar, coronel Ezequiel Bino, as imagens são geradas, captadas e acompanhadas 24h por dia.

“No centro integrado de comando e controle, que é o “190”, ao se perceber algo suspeito ou uma ocorrência, de lá já sai a resposta operacional para a policia militar.”

Os equipamentos fazem captação de placas de veículos e reconhecimento facial. O monitoramento e a manutenção ficarão a cargo do estado. Paulo César, secretário de estado de Justiça e Segurança Pública do Estado destaca a capacidade tecnológica dos aparelhos.

O secretário de estado de Justiça e Segurança Pública do Estado do Acre, Paulo César, afirmou que as que o grande avanço são as câmeras de reconhecimento facial.

“Essas câmeras em locais de grande frequência de público facilita o trabalho da segurança pública como um todo. O operador terá mais uma ferramenta de combate ao crime que com certeza tem um avanço incomensurável, atitude da prefeitura mais do que louvável que vem de encontro a politica nacional de segurança pública.”

De acordo com a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Tecnologia e Inovação, Neiva Tessinari, foi necessário um investimento em fibra ótica para que se tenha qualidade e rapidez dentro do núcleo de monitoramento.

“É um investimento de recursos próprios, na ordem de aproximadamente, 6 milhões e meio, temos aí toda uma integração com o estado, um estudo técnico para fazer esse programa e conseguir amplia-lo.”

Participaram do lançamento autoridades, secretários municipais e vereadores. Após o ato, todos visitaram o Centro Integrado de Comando e Controle da Segurança Pública Estadual, onde o sistema é operacionalizado.

“Isso vai trazer qualidade de vida para nós, e reputo sim, que isso seja um presente de aniversário para Rio Branco, que vai completar 140 anos dia 28, e um presente de Natal, nos dando qualidade de vida”, concluiu a procuradora geral adjunta do MPAC, Rita de Cássia.