Alunos do ensino fundamental da rede municipal participam de avaliação diagnóstica da aprendizagem

Resultados da avaliação revelam os avanços e dificuldades dos alunos (Foto: Assecom)

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), realiza uma avaliação diagnóstica com os alunos de todas as escolas de Ensino Fundamental da capital durante a segunda quinzena do mês de dezembro.

É o Programa de Avaliação da Aprendizagem dos Alunos – PROA, que consiste numa prova escrita que avalia o processo de alfabetização, letramento, proficiência leitora e algumas habilidades específicas de Língua Portuguesa e de Matemática, tendo como referência o Currículo de Referência Único do Acre e os indicadores de avaliação da Prova Brasil que é aplicada pelo Ministério da Educação (MEC) a cada dois anos.

Os resultados dessa avaliação revelam os avanços e as dificuldades dos alunos em suas aprendizagens no ano de 2022, o que subsidia a equipe de Ensino da Seme no planejamento das ações formativas para o ano letivo de 2023.

Numa perspectiva mais abrangente, o PROA avalia a aprendizagem dos alunos objetivando planejar processos pedagógicos, que tem por finalidade ampliar saberes, potencializar avanços e superar dificuldades, tendo por foco e direcionamento as reais necessidades de aprendizagens dos alunos.

A professora Maria Zélia Mendonça, diretora de Ensino da Seme, destacou a importância dessa avaliação diagnóstica.

“Os resultados dão mais segurança e indica rumos para um planejamento mais assertivo nas formações dos professores, no assessoramento pedagógico realizado pela equipe da Seme e, principalmente, nas intervenções em sala de aula”.

Participam dessa avaliação aproximadamente 8.000 alunos, de 28 escolas, do 1º ao 5º anos do Ensino Fundamental na rede municipal de ensino. Essas avaliações não são classificatórias e visam exclusivamente identificar as maiores necessidades de aprendizagem dos alunos, sendo elaboradas pela equipe de assessores pedagógicos do Departamento de Ensino Fundamental da Seme. Os resultados serão apresentados e discutidos com as escolas no início do próximo ano letivo.