Prefeitura de Rio Branco fecha parceria com Ifac para Projeto 1.001 Dignidades

Prefeito apresentou à reitora da Ifac o programa que consiste em unidades habitacionais sustentáveis (Foto: Rodrigo Cavalcante/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, e a secretária municipal de Planejamento (Seplan), Neiva Tessinari, estiveram na manhã desta terça-feira (6), na sede da reitoria do Instituto Federal do Acre (Ifac). O objetivo da visita foi apresentar à reitora Rosana Cavalcante, o Projeto 1.001 Dignidades, que consiste na construção de unidades habitacionais sustentáveis.

O projeto, idealizado pelo prefeito Tião Bocalom, pretende beneficiar famílias em vulnerabilidade social, sendo essa mais uma das ações da gestão para recuperar a dignidade dos rio-branquenses, investindo diretamente em moradias adequadas.

A reitora agradeceu pelo prefeito ter apresentado o projeto e garantiu que o Instituto será mais um parceiro.

Reitora do Ifac garantiu que o Instituto será mais um parceiro (Foto: Rodrigo Cavalcante/Assecom)

“Nos reunimos mensalmente para discutir as políticas institucionais do Ifac. Foi uma coincidência o prefeito solicitar a apresentação do projeto, pois estamos reunidos com todos os diretores dos seis campis Ifac. Então, hoje nós temos a comunidade acadêmica representada, dos 800 servidores e mais de 7 mil alunos, que escutaram e entenderam a importância do Projeto 1.001 Dignidades”, explicou.

“Muito obrigado Rosana, de coração. Não tenho dúvida que esse projeto irá marcar a história do do Acre e poderá ser replicado em todos os demais municípios do estado. Imagino que possamos ter a parceria do nosso querido Ifac”, enfatizou o prefeito.

de acordo com a secretária da Seplan, o Ifac será um importante aliado para o projeto, tendo em vista que a prefeitura vai precisar de parceiros que possuam conhecimento técnico, para somar na concretização dessa grande obra social.

“Esse termo de cooperação técnica também vai atender aos alunos dos cursos específicos, como os de edificações, elétrica e também temos a parte que envolve a área social e administrativa, pois se trata de um projeto muito grande”, enfatizou.