Prefeitura de Rio Branco realiza campanha pelo Dia Mundial de Combate à AIDS

Objetivo da campanha é conscientizar a população para prevenção (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Todos os meses durante o ano a Prefeitura de Rio Branco por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), proporciona ações voltadas ao bem-estar da população rio-branquense. A partir deste 1° de dezembro, iniciou a campanha do Dia Mundial de Combate à AIDS, realizada durante todo este mês.

Por isso, uma equipe da Semsa esteve, na manhã desta quinta-feira (1º), no calçadão próximo ao Terminal Urbano da capital, fazendo orientações, realizando o teste rápido para HIV, Sífilis e Hepatites e a entrega de preservativos. O objetivo da campanha é conscientizar a população para a prevenção.
O HIV é o causador da síndrome da imunodeficiência humana (Aids), que tem como característica o enfraquecimento do sistema imunológico e o desenvolvimento de doenças oportunistas especialmente nos pulmões, no trato intestinal, no cérebro e nos olhos.

Além de teste rápido, também foi disponibilizado o kit Autoteste HIV (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Segundo a coordenadora do Índice de Doenças Transmissíveis (IST), Francisca Ribeiro, mesmo com uma leve diminuição de casos, a prefeitura segue empenhada em conscientizar a maior quantidade de pessoas.

“Esse ano houve uma diminuição, mas não cessamos, vamos nas unidades orientar os profissionais de saúde para que busquem essas pessoas para fazerem a realização dos testes. Principalmente as mães, para que façam o teste rápido e tenham uma prevenção para o seu bebê”, disse.

Ainda de acordo com a coordenadora, o número de pessoas que começam o tratamento e param é elevado, por isso, a importância dos apoiadores da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que realizam a busca ativa dos que abandonaram o tratamento ou que estão em situação de vulnerabilidade social.

Anágila: “Nosso trabalho é resgatar quem abandona o tratamento” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

“O nosso trabalho é resgatar essas que abandonam o tratamento e redirecionar para recomeçar o tratamento, temos todo o parâmetro da busca ativa, corpo a corpo, conquistar para que volte ao tratamento e continue com uma vida saudável”, explicou a apoiadora da OPAS, Anágila Bomfim.

A professora Rosa Maria da Conceição, disse que estava resolvendo alguns assuntos no centro e quando viu a tenda da Semsa foi se informar sobre a campanha.

“Parei para perguntar, me explicaram e resolvi fazer o teste porque é muito importante, porque nunca sabemos, vai que dá alguma coisa, já tratamos logo. Então, eu acho essas campanhas muito importantes para a população”.

Além da realização do teste rápido, a Prefeitura de Rio Branco também disponibilizou uma novidade para a população: o Autoteste HIV. Um kit para realizar o teste em casa. Segundo a equipe da secretaria, esse é mais um meio de encorajar pessoas que têm algum tipo de preconceito ou receio em realizar o teste em postos de saúde.

O aposentado Valdemir Silva de Morais, aproveitou a ação para realizar o seu teste rápido e para levar dois Autotestes HIV para casa.

“Vou levar um teste pra minha filha e outro para a minha mulher, para elas fazerem em casa. A moça já me explicou o procedimento e vou olhar o manual”, explicou.

Maria Mota: “É a segunda vez este que realizo o teste rápido” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Maria Mota da Silva falou sobre a importância do cuidado à saúde, por isso, essa é a segunda vez no ano que realiza o teste rápido. E aproveitou para deixar um recado.

“Eu quero convidar todas as pessoas a fazer o teste, se estiver aqui por perto, venha fazer. Se não, procure um posto de saúde que faça seu teste, pelo menos uma ou duas vezes por ano, pois é muito importante”, disse.