Prefeito de Rio Branco apresenta projeto “1.001 Dignidades” no Fórum Global Understanding Risk

o projeto “1.001 Dignidades” visa construir mil e uma moradias para famílias que residem em áreas de risco, alagadiças ou sob esgoto à céu aberto / Foto: Assecom

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, apresentou por via remota, no Fórum Global Understanding Risk, o projeto de moradia popular “1.001 Dignidades”.

O gestor saiu da capital acreana nesta quarta-feira (30), com destino à Florianópolis, onde está ocorrendo o evento, para palestrar sobre os abrigos humanizados, construídos pela prefeitura, com o envolvimento de todos os setores da administração, aos desabrigados pela enchente que castigou Rio Branco no início de 2021. O modelo de abrigos servirá, por sugestão do secretário nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas, de referência para o restante do país.

Participação remota do prefeito Tião Bocalom no Fórum Global Understanding Risk / Foto: Assecom

Em decorrência das fortes chuvas na capital catarinense, o prefeito Tião Bocalom não conseguiu chegar ao seu destino. Mas participou da apresentação por via remota, oportunidade em que, junto ao coordenador da Defesa Civil Municipal, TEN. CEL. Cláudio Falcão, que já se encontrava em Florianópolis, transcorreu sobre os abrigos, que foram idealizados por ele, e que mostraram ser possível passar por um momento tão difícil e sofrido, com dignidade.

O prefeito aproveitou para apresentar, também, o projeto de moradia “1.001 Dignidades”, que visa construir mil e uma moradias populares, para famílias que residem em áreas de risco, alagadiças ou sob esgoto à céu aberto, contemplando, assim, aproximadamente 4.000 pessoas. O gestor entende que tornando possível o sonho da casa própria, levando dignidade às famílias, cada vez menos será necessário a construção de novos abrigos em decorrência das enchentes.