Prefeitura de Rio Branco faz busca ativa nas escolas para vacinar crianças contra a Paralisia Infantil

Busca ativa é realizada em escolas e creches para melhorar cobertura vacinal contra a pólio (Foto: Assecom)

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria municipal de Saúde (Semsa), segue com busca ativa nas escolas e creches da capital acreana, no sentido de melhorar os índices de cobertura vacinal contra a Poliomielite, tendo em vista, a resistência dos pais ou responsáveis, em levar os filhos de zero até cinco anos até os postos de vacinação para serem imunizados contra a doença, também conhecida por paralisia infantil.

Na capital acreana o público infantil de zero até cinco anos, é estimado em 25.757 crianças. No entanto até agora, somente 11%, receberam as doses que protegem contra essa doença grave, que não tem cura e pode trazer sequelas para o resto da vida.

Na manhã desta quinta-feira 22, a secretária Sheila Andrade, visitou a escola Dona Mozinha Feitosa, que fica localizada no bairro Canaã, região do segundo distrito, onde as crianças daquela unidade de ensino, receberam as doses da vacina que protege.

“Nós gostaríamos de fazer aqui um apelo aos pais e responsáveis, que tragam os seus filhos para se vacinar contra essa doença. Vale lembrar, não só os alunos das escolas que estamos atendendo, podem receber a vacina, mais sim, todas as crianças da comunidade, além dos próprios funcionários das escolas e ainda os pais e responsáveis que vierem trazer os seus dependentes, podem aproveitar e se vacinar com outras vacinas que ainda não tomaram”, explica a gestora da saúde.

Outro ponto importante abordado pela secretária, foi que a campanha de vacinação contra a poliomielite, que teve início no dia 8 de agosto, foi estendida até o próximo dia 30 de setembro.

“Estaremos, além dessa busca ativa nas escolas, em todas as nossas URAPs e também nas Unidades Básicas de Saúde(UBS) ofertando, além da vacina contra a Pólio, todas as vacinas do calendário vacinal de crianças de zero até 15 anos de idade. Então, tragam os seus filhos, sejam responsáveis e protejam as suas crianças”, alertou Sheila Andrade.