Urap Maria Barroso deixa de ser referência para atendimentos de covid-19 e síndrome gripal

Cid: “A baixa procura por atendimento relacionados ao coronavírus e síndrome gripal faz com que a Maria Barroso deixe de ser Unidade de referência para essas situações” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

A prefeitura de Rio Branco, por meio do secretário municipal de Saúde em exercício, Cid Ferreira, anunciou, na manhã desta sexta-feira (2), que a Unidade de Referência em Atenção Primária (Urap) Maria Barroso deixa de ser referência exclusiva para o atendimento à covid-19 e síndrome gripal.

O secretário explicou que desde o dia 29 de junho a Unidade estava sendo utilizada exclusivamente para esse tipo de atendimento, mas, a partir da próxima semana, voltará as atividades normais dos procedimentos da Atenção Básica de Saúde.

“A Unidade Maria Barroso deixa de ser referência nesse momento por força da procura, não há mais aquela intensidade, como na fase inicial da covid-19. Dos 5 mil que realizaram o teste, aproximadamente 1.500 testaram positivo, desde então não houve mais procura”, explicou.

A Urap Maria Barroso retornará com todos os serviços ambulatoriais e de atenção primária a partir de quinta-feira (8). A partir desta sexta-feira (2), a Unidade, vai passar por serviços de sanitização para dar qualidade e segurança a todos.