Prefeito de Rio Branco visita escolinha infantil que foi invadida por marginais

Prefeito de Rio Branco leva apoio e solidariedade a alunos e funcionários de escola que foi invadida por bandidos (Foto Val Fernandes/Assecom)

Preocupado com o bem-estar e a segurança dos rio-branquenses o prefeito de Rio Branco Tião Bocalom, esteve visitando, na tarde dessa terça-feira, (23) a escola municipal Maria Olívia Sá de Mesquita, no bairro Tucumã que sofreu uma invasão na última segunda-feira.

Eram por volta das 2 horas da tarde, quando três homens invadiram a escola. Segundo testemunhas, pelo menos dois, dos três bandidos estavam armados com revólveres. Um teria pulado a janela da sala de aula e levado o celular da professora com o chip da secretaria municipal de Educação (Seme). Houve correria e gritaria no momento da ação.

“Foi terrível. Eram crianças gritando. As meninas da limpeza correndo para botar os bandidos para fora da escola”, esclareceu a professora Maricilda Araújo.

A coordenadora pedagógica Carmem Dias disse que quando viu o bandido pediu a ele que não atirasse. “Eu não me lembrei, assim, da minha segurança. Eu pensei muito nas nossas crianças porque se ele atirasse eu não sei o que teria acontecido, porque as crianças já estavam em pânico”, enfatizou.

A polícia militar esteve no local e realizou buscas. Segundo informações dos próprios PMs, dois dos três elementos foram presos ainda na segunda-feira. A diretora da escola, Neuzany Coriolando, ainda assustada, informou que estava ajudando uma professora na sala de aula, quando, ao retornar pra sua sala percebeu a presença de uma pessoa chegando e se aproximando do portão de trás da escola pelo monitor de segurança.

“Ali já fiquei olhando e acompanhei para onde a pessoa se localizava e eu fui diretamente para o portão da frente, né! Pedi para as pessoas levarem os alunos para a sala de aula para que as crianças ficassem seguras”, explicou.

Assim que tomou conhecimento o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, acompanhado da secretária municipal de Educação, Nabiha Bestene e do secretário de Cuidados com a Cidade, (SMCCI) Joabe Lira, esteve na escola. O prefeito informou que, como gestor, não vai tolerar ação de bandidos. Ele aproveitou para abraçar as crianças e os professores e falou da sua preocupação com a segurança de todos.

“Nós não aceitamos que bandidos entrem dentro das nossas escolas e assustem nossas crianças” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

“Vendo o que aconteceu, nesta escola aqui, uma escola de crianças de creche, sendo invadida por indivíduos que estavam aí fazendo coisas erradas na região acabaram entrando para dentro da escola assustando as nossas crianças. Nós não queremos isso. Nós não aceitamos isso”.

O prefeito aproveitou ainda para falar do projeto “Rio Branco Mais Segura” que a prefeitura vai implantar na capital acreana. Serão mais de quatro mil câmeras de alta resolução, que serão instaladas por toda a cidade. Um investimento de aproximadamente 40 milhões de reais.

“Nós idealizamos o projeto “Rio Branco Mais Segura” onde a gente vai colocar câmeras em todas as escolas, todas as unidades de saúde, todos os locais onde nós temos os CRAS, enfim aonde estiver um espaço público, nós vamos colocar câmeras”.