Após um mês de gratuidade, Restaurante Popular começará a cobrar 2 reais pela alimentação e manutenção do local

Prefeita em exercício assina decreto que muda regras de funcionamento do Restaurante Popular a partir de segunda  (Foto: Evandro Derze/Assecom)

Reaberto há um mês pela Prefeitura de Rio Branco, o Restaurante Popular, que funcionava em caráter experimental, oferecendo refeições gratuitas, cobrará a partir da próxima segunda-feira (22), uma taxa simbólica no valor de R$ 2,00 para usuários do serviço.

Segundo o diretor de planejamento da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Ivan Ferreira, 10.523 refeições foram servidas neste primeiro mês. O público alvo continuará sendo atendido.

“ Antigamente o Restaurante Popular funcionava por meio de um programa do governo federal. Na verdade o restaurante era administrado por uma empresa pública, a prefeitura fazia apenas o repasse dos recursos, mas nessa gestão, não. Todos os recursos e os insumos são pagos com recursos próprios da Prefeitura de Rio Branco”, frisou Ivan.

De acordo com a prefeita em exercício, Marfisa Galvão, a reabertura do restaurante tem foco assistencial, e a inserção da taxa foi muito bem aceita pelos usuários.

“Hoje foi assinado esse decreto, e a partir da data de publicação, será cobrada, sim, essa taxa de dois reais para àqueles usuários do sistema do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) que estejam dentro do CadÚnico”, explica.