Prefeitura de Rio Branco leva ação “Saerb na Comunidade” ao bairro Universitário

A ação visa atender moradores com serviços e orientações sobre desperdício de água (Foto: Val Fernandes/Assecom)

A prefeitura, por meio do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb), iniciou nesta sexta-feira (19), a ação “Saerb na Comunidade” que visa atender os moradores com os serviços de atualização de cadastro, emissão de faturas, orientações sobre desperdício de água e sanando possíveis dúvidas.

Enoque: “A ação vai ser permanente em todo o município” (Val Fernandes/Assecom)

O serviço iniciou nesta sexta-feira no bairro Universitário, mas continuará ao longo da próxima semana, do dia 22 a 26, das 7h30 às 13h, na Unidade de Saúde do Universitário.

O diretor-presidente do Saerb, Enoque Pereira, reforçou a importância dessa ação vinculada a conscientização em evitar o desperdício de água.

“Essa ação será permanente em todo o município de Rio Branco. Começamos hoje, mas continuará a semana que vem toda até concluir os serviços, para realizarmos um novo levantamento cadastral e orientação às pessoas sobre os serviços”, explicou.

Zenaide de Farias, é moradora do bairro e disse que aproveitou a oportunidade para resolver sua pendência sem precisar se deslocar até o centro.

“Quem puder vir, tirar um tempinho porque é próximo de casa e bem rapidinho. No meu caso, fui bem atendida, foi muito rápido e eu consegui resolver o que precisava”, expressou.

Dona Clici: “Eu acho que o Bocalom não pode fazer tudo de uma vez né, mas o que ele está fazendo é um privilégio” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Dona Clici Lopes, tem 62 anos e mora no bairro há pelo menos 40, ela parabenizou o empenho da gestão do prefeito Tião Bocalom em trazer esses serviços para perto da população.

“Pela distância desse bairro, nós somos privilegiados porque não falta água, de passar quinze dias, nunca aconteceu e ela sempre vem tratada direitinho. Eu acho que o Bocalom, pelo tanto de tempo que está na prefeitura, tá fazendo certo, ele não pode fazer tudo de uma vez né, mas o que ele está fazendo é um privilégio”, disse.