Comitiva de Santa Catarina acompanhada pelo Sebrae Acre se reúne com prefeito de Rio Branco

Prefeitos do interior de Santa Catarina visitam Rio Branco para troca de experiência (Foto: Evandro Derze/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, recebeu na tarde dessa sexta-feira (5) uma comitiva composta pelos prefeitos Cleomar Mantelli, de Palma Sola, e Rafael Caleffe, de São Lourenço, municípios de Santa Catarina, além de vereadores e investidores.

Objetivo da visita foi a troca de experiências em relação ao desenvolvimento econômico de cada localidade.

Segundo o prefeito Tião Bocalom essas são regiões muito ligadas ao agronegócio.

“É muito importante essa visita. Nossa Rio Branco tem um potencial muito grande para investimentos externos e, através do Sebrae, eles estão vendo as nossas potencialidades e poderemos inclusive ter investidores de Santa Catarina em nossa região.”

O prefeito de Palma Sola, Cleomar Mantelli, agradeceu a parceria entre os municípios e ao prefeito de Rio Branco que, segundo ele, os recebeu muito bem.

“Fomos bem recebidos e estamos aqui, com uma alegria muito grande,  para trocar ideias, tentar fazer inovações nos municípios.”

A comitiva antes de chegar à capital visitou os municípios de Acrelândia, Brasiléia e Assis Brasil.

Durante a reunião trataram de assuntos relacionados a geração de emprego, investimentos e agronegócio.

Ernesto João Reck, empresário e vice-presidente da Confederação das Associações Comerciais do Brasil, afirmou que compartilhar experiencias é saber das oportunidades de cada estado e município e saber o que é possível compartilhar.

“Nós queremos somar, ver as oportunidades que temos nos municípios do estado do Acre. Como investidor eu vejo que tem muita oportunidade aqui”,

O prefeito de São Lourenço, Rafael Caleffe, enfatizou já ter feito uma parceria  com o Acre há quase dois anos.

“Já é a segunda vez que estou aqui, trocando experiencias, vendo o que é positivo, do que vocês têm de grandeza, enfim, expertise”.

O Sebrae como orientador foi o principal intermediador dessa troca.

“No final de 2018 nós começamos a pensar em desenvolver um programa que conseguisse envolver a iniciativa pública, iniciativa privada e o terceiro setor, e essa dinâmica do que um estado faz que pode ser compartilhado com o outro”, explicou o consultor Cloves Console.

Estiveram presentes na reunião o secretário da casa civil, Valtim José, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Tecnologia e Inovação e Planejamento, Neiva Tessinari, e o Assessor de Articulação Institucional, Helder Paiva.