Urap Maria Barroso volta a ser referência de atendimentos para casos de covid-19

Jonathan Santiago: “A gente pede a sociedade para seguir buscando a vacinação em todas as unidades de saúde do município” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Nesta quarta-feira, 29, o secretário Municipal de Saúde em exercício, Jonathan Santiago, informou em coletiva, que a Unidade de Referência em Atenção Primária (Urap) regional Sobral, voltará a realizar especificamente, atendimentos de síndrome gripal e de casos suspeitos de covid-19, até que o número seja reduzido. 

Segundo o secretário, como os índices estavam ampliando, semana após semana, há a necessidade de intervenção nesse primeiro momento, de colocar a unidade Maria Barroso, na Sobral, como Unidade de Referência, ampliando o horário de atendimento, inclusive aos sábados, como medida preventiva.

“De segunda à sábado, o horário de atendimento será de 7h às 18h para síndromes respiratórias, covid-19 e exames Swab. A gente pede a sociedade para seguir buscando a vacinação em todas as unidades de saúde do município. Aqui será referência no caso para esse exame específico. Também solicitamos a sociedade o uso das máscaras, de forma voluntária. Entendemos que a máscara irá reduzir àqueles que não completaram seu ciclo vacinal. Se vacinem e complete o esquema vacinal porque, apenas a vacinação, vai garantir o combate a covid-19”, disse o secretário.

Jonathan Santiago explicou ainda sobre os agendamentos feitos na unidade. “Aqui na Urap as pessoas que já estavam agendadas com seus exames, que estão nesse momento suspensos, pedimos para procurar as demais unidades de atendimento a família ou fazer a vacinação, podendo procurar as outras unidades de saúde do município”.

De acordo com a vigilância epidemiológica de Rio Branco, na primeira semana de junho haviam apenas 18 casos registrados, semana passada esse número subiu para 183 casos. Nesta semana, em apenas dois dias 74 casos foram registrados na capital, com exceção de casos isolados em que se faz o teste rápido em casa, sem que haja o atendimento pelo município. Só na última terça-feira, 28, de 106 atendimentos, 38 foram confirmados para covid-19 na unidade Maria Barroso.

A coordenadora da Urap Maria Barroso enfatizou como funcionará o atendimento e falou sobre os sintomas que, segundo ela, são praticamente os sintomas gripais: dor na garganta, irritação, febre, dor de cabeça continua, ardência nos olhos, dor no corpo, dispneia, falta de ar e coriza.

“A partir do terceiro dia de sintoma, procurar a unidade de saúde, porém, se você sentir que no primeiro dia já deu uma agravada, não é necessário esperar os 3 dias, você já pode estar procurando a unidade que nós estamos com todo esse suporte para receber a população”, informou Eloíse Andrade.

O secretário Jonathan Santiago completou que se houver necessidade de ampliar para outras unidades o município, assim, o fará. “Não é o caso só do município fazer sua parte, a comunidade também deve fazer. Higienizar as mãos, usar máscara e complementar o ciclo vacinal”, concluiu.