Secretaria Municipal de Saúde fará mutirão de vacinação contra a gripe no próximo sábado

Sheila: “Não fique esperando adoecer, vacine-se!”

A melhor forma de prevenção das doenças é a vacinação. Pensando nisso, o município de Rio Branco e o Ministério da Saúde deram início à campanha de vacinação contra a influenza (gripe) dia 4 de abril. Neste primeiro momento foram vacinadas cerca de 3 mil pessoas dentro do primeiro grupo de prioridade, sendo trabalhadores de saúde e idosos com 60 anos ou mais.

Mas a partir deste sábado, 30 de abril, o Ministério da Saúde autorizou a avançar a vacinação. “Vamos continuar vacinando idosos que ainda não nos procuraram, profissionais de saúde, crianças menores de 5 anos, gravidas e pós-gravidas (puérperas), profissionais de segurança, professores, e pessoas com doenças crônicas”, explicou a secretária municipal de Saúde, Sheila Andrade.

Além destes, também fazem parte do atual grupo de vacinação: pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, população privada de liberdade, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas, trabalhadores portuários, forças de salvamento, e funcionários do sistema de privação de liberdade. Segundo Sheila, a meta geral de vacinação dentro do município é de 90% da população, o equivalente a 124 mil habitantes.

“Nós estaremos com 16 pontos abertos dentro do município. Todas as Uraps estarão abertas para receber as pessoas que fazem parte desse grupo para se vacinar contra a gripe. Também estaremos no Shopping Via Verde, no Shopping Aquiri, na USF do Rui Lino e da Cidade do Povo, então nós vamos conseguir abranger toda a nossa regional do município de Rio Branco”, destacou a secretária.

O atendimento ao público será de 8h às 17h, mas nas Uraps Bacurau e Valdeisa Galvez será de 8h às 13h, e especificamente no shopping Via Verde, será das 10h da manhã até as 20h.

O mutirão também atenderá pessoas que procuram pela vacina contra a covid-19. A secretária lembra ainda, que o atendimento ao público continuará aos sábados, havendo sempre um rodízio entre as Uraps.

“Lembrem-se que em janeiro tivemos um grande surto de gripe misturado com a terceira onda de covid-19, muitas das pessoas que pegaram essa gripe forte, não tomaram a vacina no tempo correto. Não fique esperando adoecer, vacine-se”, conclui Sheila.