Reunião na prefeitura discute participação de Conselheiros Tutelares em Encontro Nacional

Tião Bocalom: “Sabemos que é um problema seríssimo essa questão das crianças e adolescentes ameaçados de morte” (Foto: Evandro Derze/Assecom)

Levar dignidade às crianças e aos adolescentes rio-branquenses é uma das prioridades da Prefeitura de Rio Branco. Nesta segunda-feira, o prefeito Tião Bocalom e o secretário Municipal da Casa Civil, Valtim José, realizaram uma reunião com os juízes Francisco Maia e Wagner Alcântara e os Conselheiros Tutelares para falar sobre o 22º Encontro Nacional do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM).

O evento vai acontecer nos dias 26 e 27 de abril, em Porto Alegre/RS, e visa discutir o problema da violência letal que afeta crianças, adolescentes e jovens de todo o Brasil, destacando a necessidade de cooperação e implementação de ações protetivas.

O juiz Wagner Alcântara, presidente do Conselho Gestor Estadual do Programa, ressaltou que o intuito da reunião foi apresentar ao prefeito a importância da participação dos Conselheiros no encontro nacional. “O prefeito conseguiu entender a importância da ida dos conselheiros nesse encontro. Vamos reunir pessoas do Brasil inteiro para debater essa política de extrema importância, principalmente porque hoje, com as facções se espalhando Brasil a fora, nós temos muitas crianças e adolescentes nessa condição”, explicou o juiz.

O prefeito Tião Bocalom destacou que a prefeitura busca sempre contribuir e levar qualidade de vida a todos os jovens do município. “É muito importante essa vinda, não só do juiz, mas também todo o Conselho Tutelar, no sentido de deixar claro qual é a participação, como deve ser, e a importância dos nossos conselheiros nesse encontro em nível nacional. Nós sabemos que é um problema seríssimo essa questão das crianças e adolescentes ameaçados de morte, é muito triste. Precisamos, através desses encontros, ver soluções e alternativas, para ajudar esse grupo”, concluiu o prefeito.