Campanha de Vacinação contra a Influenza e o Sarampo inicia no dia 4 de abril na capital acreana

Estoque de vacinas contra a gripe e o sarampo para a campanha em abril está garantido (Foto: Felipe Freire/Assecom)

Em janeiro de 2022, o município de Rio Branco enfrentou uma Situação de Emergência em Saúde Pública, devido a epidemia de casos de Síndrome Gripal e a pandemia de covid-19. A baixa adesão da população a vacina contra a gripe, atingindo uma cobertura de apenas 40% dos rio-branquenses, contribuiu para o grande número de casos.

Para aumentar a imunização da população a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), fará uma Campanha de Vacinação contra a Influenza que iniciará no dia 4 de abril. A novidade este ano é que além da vacinação contra a gripe, também serão disponibilizadas vacinas contra o sarampo na capital.

Socorro Martins, coordenadora Municipal da Vigilância Epidemiológica ressalta que a campanha tem o objetivo de levar mais saúde a toda comunidade e reduzir o número de complicações e internações decorrentes das infecções pelo vírus influenza.

“As pessoas desenvolveram a Síndrome Gripal, foi muito contagiosa, tivemos internações, óbitos. Para que isso não aconteça novamente, nós precisamos estar com a nossa cobertura vacinal contra a influenza em uma meta estipulada pelo Ministério da Saúde de no mínimo 90%”, informou Socorro Martins.

A Vigilância Epidemiológica lembra as pessoas que ainda não completaram o esquema vacinal da covid-19, que compareçam até uma das unidades, antes do início da campanha contra a gripe. A vacina da influenza vai prevenir contra três tipos de gripe: H1n1, H3n2 e influenza tipo B. Todos os grupos prioritários serão vacinados:

Na primeira etapa, que inicia no dia 4 de abril e vai até 3 de junho, serão vacinados os idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da saúde. Quanto a primeira etapa da vacinação do sarampo, que também inicia no dia 4 de abril e vai até o dia 3 de junho, serão vacinadas crianças de 6 meses até 5 anos e trabalhadores da saúde. Para os demais grupos a campanha começa a partir do dia 3 de maio.

Os últimos casos de sarampo, registrados no estado foram no ano 2000, com 3 casos em Acrelândia, 1 em Mâncio Lima, 1 em Plácido de Castro e 6 em Rio Branco.

Segundo Socorro Martins, graças a cobertura vacinal o Acre não registra casos, entretanto, estados próximos já registram e é preciso continuar com o esquema vacinal atualizado. “O retorno do sarampo é uma preocupação para o Ministério da Saúde como também para a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco. Nós tivemos casos de sarampo em Manaus, há pouco tempo, em Rondônia, mas no Acre não chegou. Para que isso continue precisamos atualizar o esquema vacinal e é isso que vamos fazer, introduzindo uma campanha de vacinação contra o sarampo também a partir do dia 4 de abril, junto com a influenza”, frisou Socorro Martins.