Prefeito de Rio Branco visita indústria e garante ônibus elétrico até o início do ano que vem, na capital acreana

Comitiva que acompanha prefeito Bocalom conhece os ônibus elétricos em Campinas (Foto: Assecom)

Tião Bocalom, prefeito de Rio Branco, acompanhado do senador Sérgio Petecão e da vereadora da capital, Lene Petecão, visitaram, na manhã desta quarta-feira, 23, em Campinas, estado de São Paulo, a fábrica BYD, especialista na fabricação de ônibus elétricos e de módulos fotovoltaicos para abastecer a frota de ônibus elétricos. A empresa chinesa é pioneira de soluções em energia limpa.

Sérgio Avelleda, consultor sénior da BYD, falou sobre os produtos desenvolvidos pela indústria.

“Os produtos desenvolvidos pela BYD são todos visando diminuir ou eliminar carbono nas ações humanas, especialmente no transporte. Nesta fábrica, localizada em Campinas a BYD produz dois produtos, aqui onde nós estamos é a fábrica de chassis de ônibus elétricos, a BYD é uma das maiores fábricas de ônibus elétricos do mundo, tem mais de 70 mil ônibus elétricos já fornecidos para o mundo e ao lado temos a fábrica de painéis solares”.

A vereadora Lene Petecão enalteceu a importância da visita à BYD.

“A importância dessa visita é melhorar a qualidade do transporte público. Até hoje não tivemos um prefeito que pudesse mudar essa nossa realidade”, lamentou.

O senador Sérgio Petecão disse estar convencido de que este é o caminho a ser seguido.

“Estou impressionado. Você sequer consegue ouvir a zoada do ônibus. É totalmente diferente do que estamos acostumados a ver. E se é verdade que os países nos cobram para preservarmos a Amazônia, aqui é o caminho”.

Tião Bocalom, que também já visitou, em novembro do ano passado, a fábrica da Mercedez Benz na Alemanha, ressaltou que a Prefeitura de Rio Branco deverá adquirir, ainda este ano, os primeiros veículos para a capital acreana.

“Desde a campanha eu dizia que nós iriamos ter ônibus elétricos na frota de transporte coletivo no município de Rio Branco. É o nosso desejo. Nós fizemos uma visita à Alemanha e estamos fazendo agora essa visita no Brasil, aqui na BYD. Eu tenho certeza que nós vamos abrir muitos caminhos, para que possamos efetivamente adquirir alguns ônibus, agora já no final deste ano ou início do ano que vem. Não tenho dúvida nenhuma que isso é uma demonstração ao mundo de que nós queremos fazer a redução na prática, da emissão de gazes de poluição de efeito estufa”.