Prefeitura de Rio Branco apresenta e explica aos vereadores da capital proposta de reajuste aos servidores da educação

Secretário da SMGA apresenta planilha de reajuste aos servidores da educação aos vereadores (Foto: Assecom)

A prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Gestão Administrativa(SMGA), se reuniu com os vereadores, na manhã deste domingo, 20, para apresentar a realidade dos cofres públicos e a proposta de reajuste para os servidores da educação. Em média o aumento ficará em 30%, de acordo com o secretário de Gestão Administrativa, Jonathan Santiago.

“Ficou apresentado os valores da tabela, em três parcelas, e também que os recursos do Fundeb, dos valores totais, o município ainda complementa. Em uma média geral, o aumento ficará entorno de 30%”, anunciou.

Estiveram presentes à reunião, além do prefeito Tião Bocalom e o secretário de Gestão Administrativa, Jonathan Santiago, os vereadores, Rutênio Sá, Lene Petacão, Samir Bestene, Célio Gadelha, Antônio Moraes, Raimundo Neném, Fábio Araújo, o líder do prefeito, vereador Raimundo Castro, o secretário Municipal da Casa Civil, Valtim José e o assessor especial de articulação institucional, Hélder Paiva.

O líder do prefeito, Raimundo Castro, disse nunca ter existido um prefeito em Rio Branco que ajudasse tanto a “prata da casa”.

“Nunca teve em Rio Branco um prefeito que ajudasse tanto os funcionários. Um PCCR digno, o pessoal de apoio que passou vinte anos recebendo menos de um salário mínimo, hoje tem um salário superior ao mínimo”, enfatizou.

“O prefeito foi muito claro no que tem e o que não tem. Estamos fazendo um esforço para que nenhuma categoria deixe de ser contemplada”, disse a vereadora Lene Petecão.

“Estamos saindo de consciência tranquila que o aumento dos funcionários está a contento”, disse o vereador Antônio Moraes.

“O prefeito está de parabéns de chamar os vereadores para mostrar o que está acontecendo nos bastidores do município de Rio Branco”, comemorou o vereador Raimundo Neném.

O prefeito Tião Bocalom enalteceu a forma transparente da gestão. Uma marca que traz consigo desde que administrou Acrelândia.

“Essa transparência é uma marca nossa de gestão pública, desde quando fui prefeito de Acrelândia, colocar os números em cima da mesa, como matemático que sou, não brinco com números. Então pedimos aos vereadores que nos reuníssemos hoje, em pleno domingo, para poder mostrar o que está acontecendo nesses aumentos salariais, em especial o do pessoal da educação”, concluiu Bocalom.