Centro Logístico de Distribuição e Armazenamento da Seme é inaugurado pela Prefeitura de Rio Branco

Tião Bocalom: “O centro é um ganho muito grande aos funcionários que trabalham aqui” (Fonte: Felipe Freire/Assecom)

A gestão do Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, defende que a Educação é uma das saídas para levar qualidade de vida as pessoas. Desta forma, não mede esforços para levar melhorias a categoria. Só nos primeiros meses deste ano, a Prefeitura já realizou a compra de 4.500 tabletes equipados de chips com planos de internet para os alunos da rede municipal, a convocação de 99 novos Servidores da Educação, o aumento de salário para profissionais de apoio da educação e entre outros.

Nesta sexta-feira, 18, o prefeito, acompanhado da secretária Municipal de Educação (Seme), Nabiha Bestene, inaugurou o Centro Logístico de Distribuição e Armazenamento da Seme, localizado na Rodovia AC 40, n° 360, no Bairro Amapá.

Na ocasião, estiveram presentes também os secretários Municipais de Agropecuária (Seagro), Eracides Caetano, de Finanças (Sefin), Cid Ferreira, o chefe do Gabinete Militar de Rio Branco, Coronel Ezequiel Bino, o deputado estadual, José Bestene, os vereadores Raimundo Castro, Célio Gadelha, Lene Petecão, Ismael Machado e demais autoridades.

O centro de distribuição tem a capacidade de atender, em um só local, as necessidades do almoxarifado, patrimônio, alimentação escolar e transporte. O ambiente coberto tem uma área de 2.060 metros quadrados.

Devido os espaços e anexos, que antes eram dispersos, terem sido centralizados em um único local, a gestão economizou um valor de R$ 8.000,00 (oito mil reais) por mês em aluguel. Segundo Nabiha Bestene, o centro vai suprir as necessidades da gestão. “Estamos proporcionando dignidade aos nossos servidores que trabalham aqui. Todos estão em áreas adequadas, aqui nós temos a merenda, o patrimônio, o arquivo, o transporte, os zeladores. Os nossos ônibus têm um local para ficar. Graças a Deus otimizamos os espaços e anexos dispersos e centralizamos em um único local e muito bem localizado”*, ressaltou a secretária.

Tião Bocalom informou que, além de economizar em gastos, a gestão proporciona também dignidade a todos os trabalhadores da educação. ”Isso nos faz economizar 8 mil reais por mês de aluguel. Mas não é só isso, muitos desses materiais estavam em locais inadequados. O centro é um ganho muito grande, leva inclusive dignidade aos funcionários que trabalham aqui, que vão ter um ambiente muito mais saudável para trabalhar. O resultado disso tudo levar qualidade a nossa educação”, concluiu o prefeito.