Prefeitura de Rio Branco e a de Sairé assinam acordo de Cooperação Técnica e fazem visita a Cooperativa de Catadores

Marfisa Galvão representa prefeito Tião Bocalom em assinatura de Cooperação Técnica com a Prefeitura de Sairé – PE (Foto: Assecom)

A vice-prefeita de Rio Branco Marfisa Galvão, representando o prefeito Tião Bocalom, esteve no município de Sairé, em Pernambuco, nesta segunda-feira, 14, para assinar um acordo de Cooperação Técnica com a Prefeitura do município. O objetivo principal do acordo é estabelecer mutua cooperação entre os pactuantes para fornecimento de conhecimentos e equipamentos tecnológicos, transferência de tecnologias, procedimentos e técnicas de gestão administrativa para modernização dos serviços prestados, assim como intercâmbio de experiências profissionais entre suas equipes.

Quem esteve acompanhando a vice-prefeita foi o secretário Municipal de Meio Ambiente (Semeia), Normando Sales.

Além do acordo com a Prefeitura de Sairé, a gestão municipal visitou também a Cooperativa de Catadores Profissionais de Sairé, localizada a 120km de Recife, que é considerada referência por especialistas no tratamento de resíduos sólidos. A Cooperativa recebe a visita de entusiastas do mundo inteiro, para adquirir conhecimento de como é realizado o fluxo na unidade.

Cooperativa de Catadores de Sairé é referência por especialistas no tratamento de resíduos sólidos (Foto: Assecom)

A Cooperativa realiza a triagem dos materiais que chegam ao local separando-os corretamente e por cores. Na parte orgânica é realizada a compostagem, que é o processo biológico de decomposição e reciclagem de matéria. A unidade possui basicamente três equipamentos, sendo uma esteira e duas prensas. Normando Sales ressaltou que os materiais que são prensados, adquirem um valor maior. “Se uma vez solto, por exemplo o papelão que eles venderiam aqui a 30 centavos o quilo solto, quando ele vai prensado ele passa a 80 centavos.  Quando eles prensam tudo isso e colocam em fardos de 30 ou 40kg, eles vendem isso a uma média de 1,40 reais por quilo. E isso é distribuído entre as pessoas que trabalham na Cooperativa de Catadores Profissionais de Sairé”, disse o secretário.

O secretário ressaltou que foi de suma importância a visita e o acordo de cooperação firmado com a unidade. “Isso para nós é um laboratório, uma coisa interessante, que é tudo o que o nosso prefeito Bocalom vem buscando. A vice-prefeita Marfisa Galvão está conosco e ela ficou bastante impactada. Ela veio por recomendação do Bocalom. Para nós é uma alegria muito grande e esperamos que em breve, possamos ter a visita do Zé Antônio e Adayton conosco para que possam nos auxiliar e montar um fluxo em que possamos ter, além do aumento da oferta da ocupação das pessoas, uma destinação muito mais adequada, do ponto de vista econômico, social e ambiental, dos resíduos que são recolhidos na cidade”, concluiu Normando Sales.