Sobre a falta de fitas para aferição de glicemia

Em virtude do quantitativo insuficiente de fitas para aferição de glicemia, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa) esclarece que a demora na aquisição do material, ocorre por causa da lentidão dos trâmites legais para licitação e compra.

Disponibilizamos de apenas 400 caixas de fitas que serão usadas para atendimentos prioritários nas Unidades de Referência em Atenção Primária (URAPs), apenas para os pacientes devidamente cadastrados no sistema de Atenção em Saúde.

Os atendimentos plenos em todas as Unidades aos pacientes diabéticos serão retomados até o fim deste mês em curso (fevereiro), quando todo o processo de compra e aquisição estejam finalizados.

Sheila Andrade Vieira
Secretária Municipal de Saúde de Rio Branco