Programa de Mecanização Agrícola é tema de conversa entre prefeito e secretário de Agricultura de Rio Branco

A Seagro faz um levantamento para cadastrar os pequenos produtores interessados no projeto (Foto: Evandro Derze/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, se reuniu, na manhã desta terça-feira, 15, com o Secretário Municipal de Agropecuária (Seagro), Eracides Caetano. A reunião contou também com os Assessores Especiais de Articulação Institucional, Helder Paiva, e de Assuntos Jurídicos, Jorge Bezerra.

O objetivo da reunião foi conversar sobre o Programa de Mecanização Agrícola, quais os alimentos que estarão inclusos no programa e o auxílio que a Prefeitura vai proporcionar aos produtores que vão plantar arroz, feijão, milho, café, açaí, entre outros.

Segundo Eracides Caetano, a Seagro já está realizando um levantamento para cadastrar os pequenos produtores interessados no projeto. “A gente conversou sobre o projeto de mecanização. O que vamos plantar, qual o subsidio que a gente vai dar, e dividir em programas: do café, arroz, milho, feijão, açaí, banana, mandioca e entre outros. Vamos fazer esse trabalho com os produtores. Já estamos fazendo um levantamento de quantos produtores vão ser inseridos no projeto e a capacidade da Secretaria em atender essas pessoas”, disse o secretário.

Além do projeto, a reunião também tratou sobre a criação do Conselho de Desenvolvimento Rural que a prefeitura vai adotar. Tião Bocalom ressaltou que esse ano o município vai ter um grande avanço na área agrícola.

“É o que eu sempre digo, nós precisamos comer arroz, feijão e milho produzido no Acre. Só o arroz são mais de 90 mil quilos que é consumido por dia em Rio Branco. E esse arroz vem de fora. O dinheiro acaba indo embora e gerando emprego lá fora. Temos que produzir em Rio Branco. O nosso projeto, até o final do nosso mandato, é que estejamos produzindo boa parte do arroz, feijão e milho. Hoje, a gente manda aproximadamente 500 milhões de reais todo ano, para comprar esses produtos”, ressaltou o prefeito.