RBTrans esclarece funcionamento do transporte público a partir de domingo, dia 13

Neste domingo, dia 13 de fevereiro, a empresa Ricco Transporte e Turismo Ltda, assumirá 31 linhas de ônibus no município de Rio Branco, o que corresponde a 63% dos serviços de transporte público na capital.

A Prefeitura, por meio da RBTRANS – Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, está acompanhando e seguirá monitorando os serviços ofertados à população pela empresa.

As linhas do Primeiro Distrito que serão atendidas pela Ricco, conforme Clendes Vilas Boas, diretor Operacional da RBTrans são: (201) Tancredo Neves, (203) Alto Alegre, (205) Irineu Serra, (303) Bahia/Carandá, (304) Cabreúva / Aeroporto Velho, (381) Transacreana Km-44 / Km 58, (382) Polo Wilson Pinheiro / Transacreana Km 25, (402) Floresta, (701) São Francisco/Placas, 702 Apolônio Sales/Mangueira/APADEQ, (703) Wanderley Dantas, (704) São Francisco/Incra/Andirá, (705) Quixadá, (706) Panorama, (708) Apolônio Sales/Altamira, (801) Circular Tropical via Cohab do Bosque e (803) Manoel Julião.

Vilas Boas esclarece que, no Segundo Distrito, são todas as linhas: (101) Santa Inês/Recanto dos Buritis, (102A) Taquari/Praia do Amapá, (103) Santa Maria/Vila Acre, (104) Liberdade, (105) Amapá, (106) Seis de Agosto/Judia, (108) Polo Belo Jardim, (109) Polo Benfica, (113) Jacarandá, (114) Ramal Bom Jesus, (116ª) Cidade do Povo/Chico Mendes, (117) Belo Jardim I e II, (119) Ramal do Canil e (134) Baixa Verde.

As linhas (204) Mocinha Magalhães, (301) Sobral, (401) Fundhacre, (404) Calafate, (405) Conjunto Esperança, (406) Jequitibá, (501) Terminal Tucumã/Centro, (502) Universitário, (523) Jorge Kalume, (524) Aeroporto/Custódio Freire e (901) Ufac/Rodoviária que são de responsabilidade das empresas São Judas Tadeu e Via Verde, permanecerão sendo atendidas em caráter emergencial, mediante a supervisão da RBTrans.

“Essas linhas compõem o lote ll e continuarão sendo operadas pelas empresas São Judas Tadeu e Via Verde, sob a intervenção da Prefeitura, mediante o decreto emergencial, até que sejam tomadas outras medidas”, destacou Vilas Boas.