Município de Rio Branco recebe Unicef para capacitação Estadual

A Prefeitura Municipal de Rio Branco, recebeu na sexta-feira, 17, equipe do Unicef para uma capacitação com representantes de 13 municípios do Acre.

O evento ocorreu no auditório da prefeitura e as Secretarias Municipais de Assistência Social e Direitos Humanos  (SASDH) e de Educação (Seme) e Rio Branco é a primeira cidade do território amazônico a fazer a capacitação com o objetivo de qualificar os articuladores, mobilizadores e coordenadores do Selo Unicef nos municípios.

As pautas abordadas na capacitação foram: Comissão Intersetorial, Fórum Comunitário, Formação ou Reativação do Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA) e Busca Ativa Escolar.

Os municípios puderam conhecer, de fato, a atual metodologia do programa Selo Unicef e como implementar suas ações.

Para os articuladores do Selo Unicef o encontro foi de suma importância. Muitos tinham algumas dúvidas sobre as condicionalidades para as pontuações do Selo.

“Já tivemos outras formações on-line, mas a modalidade presencial é de melhor entendimento, em especial para os municípios onde a internet ainda é um desafio”, disse, a vice-presidente do CMDCA e coordenadora operacional da Busca Ativa Escolar do município de Rio Branco, Neyvanara Ferreira.

“Esse momento fez com que todos os municípios se unissem para criarmos uma grande corrente de apoio, de ajuda e, assim, conquistarmos o certificado de “Município Selo Unicef Aprovado”, falou Cleudon França, mobilizador Estadual do Selo Unicef e articulador do município de Marechal Thaumaturgo.

A articuladora de Rio Branco, Rebeca de Paula, do Departamento de Promoção de Direitos da SASDH, também ficou animada, garantiu: “Rio Branco será contemplada com o Selo”.

A equipe do Unicef, acompanhada da diretora de Direitos Humanos da SASDH, Rila Freze, teve um encontro com o prefeito Tião Bocalom e afirmou ao gestor que volta em março para a realização do Fórum.

Sobre o Selo

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em municípios do Semiárido e da Amazônia Legal brasileira.

Ao aderir ao Selo UNICEF, o município assume o compromisso de manter a agenda de suas políticas públicas pela infância e adolescência como prioridade.

A metodologia inclui o monitoramento de indicadores sociais e a implementação de ações que ajudem o município a cumprir a Convenção sobre os Direitos da Criança, que no Brasil é refletida no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A adesão ao Selo UNICEF é espontânea.

O Selo UNICEF contribui para o alcance de 8 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda global  acordada por todos os Estados-Membros das Nações Unidas até 2030.