Prefeitura de Rio Branco realiza encerramento da Semana do Bebê no Cras da Sobral

A prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com o Centro de Referência em Assistência Social (Cras), da Sobral, com o apoio do Programa Criança Feliz, realizou na manhã desta sexta-feira, 15, o encerramento da Semana do Bebê. O evento ocorreu no auditório da instituição localizada no bairro Sobral.

Na ocasião, houve entrega de brindes, palestras sobre a odontologia do bebê, nutrição, entre outros assuntos relacionados a saúde da criança.

Para a autônoma, Ana Cláudia Matos, que está à espera do seu primeiro filho, essa ação realizada pela prefeitura de Rio Branco é muito importante para todas as mães.

“Essas informações são de suma importância, principalmente para as mamães de primeira viagem. É bom você estar sendo orientada por profissionais como dentista, nutricionista. É bom ficar sabendo como lidar com esse novo ser que vai vir. Então para mim é muito importante para poder tirar algumas dúvidas, pois, tudo são novidades”, disse Matos.

O coordenador do Cras da Sobral, Antônio Almeida, falou sobre as atividades realizadas no evento. “O Cras da Sobral, em parceria com a Semsa, está fazendo o encerramento da Semana do Bebê, onde está acontecendo várias atividades como: palestras com dentista, psicóloga e nutricionista. Também, terá entregas de kits para as gestantes e várias dinâmicas e muitas atividades”, assegurou o coordenador.

Segundo a coordenadora do programa Saúde da Criança, Maria Tereza, a Semana do bebê é uma estratégia do Unicef, que tem como objetivo garantir o direito a sobrevivência e o desenvolvimento da criança de 0 a 6 anos de idade.

“Nós estamos aqui durante toda essa manhã com várias atividades, como rodas de conversas falando sobre a importância da alimentação saudável, saúde bucal, amamentação, fortalecimento de vínculos familiares na primeira infância”, afirmou a coordenadora.

Ainda de acordo com a coordenadora, o público alvo foram as grávidas e lactantes. “Estamos aqui com uma média de 23 grávidas e várias mães lactantes que são aquelas mães que estão amamentando e com suas crianças menores de até 5 anos de idade onde estão com contadores de história e fazendo atividades lúdicas. Está sendo uma manhã muito rica de informações, principalmente para as gestantes”, finalizou a coordenadora.