Professores da rede municipal de ensino podem se inscrever no IV Prêmio das Relações Étnico-Raciais até dia 30 de setembro

Com a finalidade de identificar ações de igualdade racial nas escolas acreanas e reconhecer o trabalho de profissionais da Educação que combatem o racismo a partir de suas práticas pedagógicas, foi lançado no dia 2 de agosto deste ano, no âmbito da Educação Básica, o IV Prêmio Acreano de Educação das Relações Étnico-Raciais.

As inscrições se encerram no próximo dia 30 e, conforme a assessora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (Seme), Euna Maria de Lima, o prêmio é uma iniciativa do Fórum Permanente de Educação das Relações Étnico-Raciais do Estado do Acre, por intermédio das instituições que buscam reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores, técnicos e gestores de ensino que contribuem para a promoção da igualdade racial nas escolas.

“Os professores que desenvolveram atividades inspiradoras de combate ao racismo podem e devem participar. Eles podem se inscrever no link do Fórum. É o momento de dar visibilidade a esses trabalhos que provocam mudanças de comportamento, tanto nas crianças como nos nossos educadores”, explicou Euna Maria.

O Fórum Permanente de Educação Étnico-Racial é uma instituição não-governamental, criada em 2008, com o objetivo de acompanhar e apoiar a implementação da Lei 11.645/2008 que modificou a Lei de diretrizes e bases da educação nacional. O vencedor desta edição terá seu trabalho publicado pela Revista Em Favor de Igualdade Racial, do Núcleo Afro-Brasileiros e Indígena da Universidade de Federal do Acre.

Por isso, segundo Euna Maria de Lima, o convite aos educadores que, em seus afazeres pedagógicos, promovem ações de igualdade racial a se inscreverem e apresentarem seus trabalhos e, assim, dar visibilidade e ainda inspirar outros profissionais da Educação a adotarem práticas pedagógicas antirracistas.