Prefeitura de Rio Branco realiza roda de conversa com profissionais da área da saúde para falar sobre o Setembro Amarelo

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Fundação Garibaldi Brasil (FGB), realizou na manhã desta segunda-feira, 13, uma roda de conversa em alusão ao Setembro Amarelo com o tema: Cuidando de Quem Cuida.

A ação foi realizada para os servidores da Policlínica Barral y Barral, localizada no bairro Tangará e contou com a colaboração da equipe do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e a banda da Polícia Militar.

Para a servidora da Policlínica, Mari Cristina, a ação realizada pela prefeitura é muito importante para todas as pessoas, principalmente para os servidores.

“A gente vê tantos jovens e adolescentes com depressão e tirando a própria vida. Nós tentamos ajudar como podemos e ficamos muito felizes quando dá certo e quando tem essas atitudes da prefeitura”, disse a servidora.

A psicóloga do Huerb e palestrante do evento, Josiane Furtado, falou sobre a palestra de orientação a valorização a vida. “Nós queremos acolher o servidor, afinal esse público alvo deve ser cuidado por funcionários da saúde, tanto do município, quanto do Estado como uma forma de valorização, mostrar que eles têm um valor”, afirmou a psicóloga.

Segundo a coordenadora do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf) do Barral y Barral, Luciana Fernandes, o objetivo da ação foi realizar um momento com os profissionais da área da saúde para que eles possam identificar tanto nos pacientes, quanto entre eles mesmos, problemas de saúde como depressão, estresse, angústias e com isso evitar o suicídio.

Ainda de acordo com a coordenadora foi uma campanha em valorização a vida. “Nós enquanto Nasf estamos trabalhando junto aos profissionais da área da saúde, porque sabemos que com essa pandemia estamos com sobrecarga muito grande, pois aumentou o número de pacientes com problemas de saúde mental”, informou Luciana.

Afim de cuidar das problemáticas abordadas pela ação, a Policlínica Barral y Barral tem seis unidades de saúde vinculadas e cada unidade estará recebendo uma equipe do Nasf para realizar ações de cuidado à saúde mental que tem por objetivo a valorização da vida.