Prefeitura implanta programa que garante assistência à pessoa com sobrepeso e obesidade

Tendo em vista os dados apresentados por ocasião da atualização do Cadastro Individual de Moradores no segmento da URAP Dra. Cláudia Vitorino e Unidade de Saúde da Família (USF) Maria de Jesus (na região do Taquari), que apresentaram o agravante de 231 casos de moradores que estavam acima do peso e com obesidade (com e sem comorbidade), a prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria Municipal de Saúde (Semsa), implantou, nas duas Unidades de Saúde, nesta terça-feira, 24, a Linha de Cuidado do Sobrepeso e Obesidade do município de Rio Branco.

A Linha de Cuidado do Sobrepeso e Obesidade estabelece o fluxo para atender o usuário com excesso de peso e obesidade no Sistema Único de Saúde (SUS). Também define a organização do serviço e as ações que devem ser desenvolvidas nos diferentes níveis de atenção na rede de saúde e no sistema de apoio.

De acordo com o secretário Frank Lima, o município pode oferecer às pessoas com sobrepeso e obesidade serviços individuais e coletivos, por meio de atendimento de equipe com profissionais especializados nas áreas médica, de enfermagem, nutricional, odontológica, fonoaudiológica, fisioterapêutica, educação física e psicológica. As ações da Linha de Cuidados implantada hoje pela prefeitura também têm como objetivo promover o cuidado integral contínuo da população.

Na USF Maria de Jesus foi distribuída uma carteira que garante ao usuário assistência integral e apoio da equipe de saúde da família, além de Kits de prevenção ao Covid-19 e material para estimular a prática de caminhada com orientação de educador físico. Também são realizados encontros semanais na unidade de saúde.

“São ações importantes, como essas, que visam garantir saúde e qualidade de vida à nossa população”, finaliza Frank Lima.