Prefeitura comemora o Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua

A prefeitura da capital, por meio da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), ofereceu nesta quinta-feira, 19, no Centro POP Rio Branco, um café-da-manhã às pessoas que vivem nas ruas da cidade, em alusão ao Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua.

A data foi criada após os acontecimentos na chamada “Chacina da praça da Sé”, em São Paulo, quando várias pessoas em situação de rua foram assassinadas.

“Nós que trabalhamos diretamente com as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, não poderíamos deixar a data passar em branco”, explicou a coordenadora do Centro, Keilla Carvalho.

Segundo ela, o Centro POP vem fazendo o trabalho de acolhimento e referenciamento dessas pessoas diariamente.  “É uma data muito marcante, para que nós possamos lembrar o nosso papel social de reinserir essas pessoas na sociedade”, enfatizou Keilla.

A defensora pública geral, Simone Santiago, elogiou o trabalho da prefeitura no tocante às pessoas que vivem em situação de rua. “Estou feliz por estar aqui e ver o trabalho que a equipe da SASDH realiza. A gente vê o empenho, a dedicação das pessoas que trabalham aqui. A Defensoria Pública se coloca à disposição para apoiar essa iniciativa”, salientou.

Rila Freze, diretora de Direitos Humanos da SASDH, afirmou que a atual gestão municipal tem criado políticas públicas destinadas às pessoas que vivem nas ruas. “O nosso prefeito Tião Bocalom tem trabalhado no sentido de criar políticas públicas para essas pessoas, para que elas possam ser reinseridas à sociedade e retornem para suas famílias”, finalizou.