Prefeito adota medidas de segurança no Horto Florestal e Parque Chico Mendes

Ao retornar de Brasília na tarde desta sexta-feira, 13, onde cumpriu agenda nos Ministérios, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, teve conhecimento do fato ocorrido no Horto Florestal, no dia 6 deste mês, quando uma mulher e sua filha de nove anos de idade foram assaltadas e agredidas por indivíduos armados.

Tão logo soube do acontecimento, Bocalom se reuniu com o chefe do Gabinete Militar do Município, coronel Ezequiel Bino, com o secretário da Casa Civil, Valtim José, e com o coordenador de articulação política, Helder Paiva, com o objetivo assegurar a segurança das pessoas que frequentam o Horto Florestal e o Parque Chico Mendes.

“Inicialmente, quero pedir desculpas pelo que ocorreu e dizer que estava viajando e, tão logo cheguei a Rio Branco e fiquei sabendo do fato, me reuni com a minha equipe e tomei providências para evitar que fatos dessa natureza não voltem a se repetir nos espaços mantidos pela prefeitura”, disse o prefeito.

Bocalom informou que, a partir de agora, Policiais Militares em motocicletas farão rondas na parte interna para a segurança dos frequentadores fo Horto Florestal e do Parque Chico Mendes.

“Esses policiais fazem parte de um convênio (banco de horas) que a Prefeitura mantém com o Estado, por meio da Polícia Militar. Também haverá rondas feitas por viaturas nos arredores desses espaços”, disse o prefeito.

O chefe do Gabinete Militar explicou que fizeram uma vistoria nesses locais.

“Após alguns estudos, detectamos que o mais indicado é fazermos o monitoramento por meio de câmeras ligadas 24 horas por dia ao Centro Integrado de Segurança Pública do Estado, proporcionando uma resposta rápida na ocorrência desse tipo de fatos”, enfatizou o Coronel Bino, acrescentando que a prefeitura estuda instalar esse tipo de monitoramento não apenas nos parques, mas em todos os bairros da cidade.