Prefeitura de Rio Branco leva ações do Programa Saúde na Comunidade aos moradores do Barro Alto

Na manhã deste domingo, 1°, sob o comando do prefeito de Rio Branco Tião Bocalom e do secretário Frank Lima, a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com as Secretarias Municipais de Educação (Seme), Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra) e Casa Civil, realizou mais uma ação do Programa Saúde na Comunidade.

A ação foi realizada na Escola rural de ensino fundamental União Floresta, localizada no ramal do Carlinhos e Renato, (Km 32), no Km 14, na estrada Transacreana.

Participaram do evento as equipes da Safra, que estão cuidando dos ramais e da produção rural, o secretário da Casa Civil Valtim José, o assessor político Helder Paiva e a senadora Mailza Gomes.

Durante todo o dia, foram ofertados serviços de saúde disponibilizados pela Semsa, como vacinação, PCCU, consultas médicas, testes rápidos de HIV, glicemia, hepatites, aferição de pressão, dentre outros.

Uma equipe da SASDH foi mobilizada para orientar as pessoas sobre o Bolsa Família.

O morador da comunidade, Edimar Rodrigues, ficou muito entusiasmado com a agilidade da prefeitura.

“Estou vendo aqui que está tudo encaminhado, porque há quinze dias eu fiz uma gravação ao prefeito Bocalom e esse vídeo foi atendido. Falaram que seria apenas para o mês de setembro, e no prazo de quinze dias já chegou aqui dentro”, disse Rodrigues.

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Frank Lima, o prefeito Tião Bocalom tem um compromisso com a comunidade rural.

“O prefeito Bocalom tem laços muito fortes com a zona rural e o pedido dele é de aproximar a saúde da comunidade. E vir aqui no domingo, trazendo mais de 50 profissionais para prestar assistência à saúde, assistência social e também esclarecimentos sobre a educação”, afirmou Lima.

Segundo o prefeito Tião Bocalom, o Programa Saúde na Comunidade sempre será realizado em comunidades rurais.

“Enquanto a gente não conseguir montar aqui as escolas centralizadas, que trazem junto com elas uma unidade básica de saúde, é claro que vamos continuar essa ação de saúde itinerante”, assegurou o prefeito.