Fundação Garibaldi Brasil recebe recursos da Prefeitura de Rio Branco para promoção do Esporte e Lazer

Na noite desta terça-feira, 20, o colegiado de conselheiros das entidades promotoras de esportes se reuniram no Centro Cultural Thaumaturgo Filho, para realizar o 1º Fórum de Esporte e Lazer de 2021. Na oportunidade, os conselheiros votaram as deliberações das câmaras temáticas, incluindo esporte coletivo e individual.

Antonialdo Almeida, presidente da Associação de Moradores do conjunto habitacional Xavier Maia, afirmou que o investimento é uma peça chave para quem trabalha com a área do esporte.

“A gente tem a agradecer essa gestão que está aí nova e vem com outra renovação. Essas emendas que tem aí para o esporte e cultura a gente tem que agradecer, a gente vê numa pandemia, um problema que vem se alastrando, e hoje a gente agradeceu ao prefeito Bocalom por essas emendas que vem aí. Hoje ele fez um alastre para que nós possamos levantar a área do esporte, da cultura e do lazer”, disse Almeida.

O prefeito Tião Bocalom participou do evento e na conversa com os desportistas anunciou um aumento de 50% no valor da verba destinada ao fundo de esporte do município, elevando de 500 mil reais para 750 mil reais. O gestor garantiu ainda que em 2022 o fundo será no valor de 1,5 milhão de reais. O anuncio foi comemorado pelo presidente da FGB, Pedro Aragão.

“O prefeito, mais uma vez, se mostrou como um craque. A gente está aqui no Fórum de Esporte e Lazer e o prefeito fez um gol de placa. Ele colocou mais 250 mil reais onde tinha 500 mil e falou que, se tudo caminhar bem, para o ano que vem teremos 1 milhão e meio de reais. Isso é uma política grande para o esporte e o lazer de Rio Branco, é coisa que nunca houve esse recurso para o edital do fundo esporte e lazer da prefeitura” afirmou Aragão.

O prefeito lembrou a força que o esporte possui nas políticas de inclusão e que em sua gestão esse seguimento será tratado como prioridade.

“Entendo que o esporte é fundamental para o desenvolvimento emocional, desenvolvimento físico das nossas crianças, dos nossos jovens. Então dessa vez também, do mesmo jeito que a gente fez na cultura, aqui a gente aumentou em 50%  o valor do recurso deste ano, que seria 500 mil, para 750 mil reais. E do ano que vem, ao invés de ser 750 mil nós aumentaremos para 1 milhão e meio de reais. Então todas as economias que nós temos feito na prefeitura, são para aplicar de forma honesta, correta e no lugar certo”, concluiu o Bocalom.