Produtores rurais do Belo Jardim III recebem kits do programa Dignidade para as Famílias

Famílias que haviam sido cadastradas recebem ajuda humanitária (Foto: Dircom)

O secretário Municipal da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra), Eracides Caetano, participou na última segunda-feira, 5, da Operação Dignidade para as Famílias, aos que foram atingidos pela enchente do rio Acre e enxurrada dos igarapés, no Belo Jardim III, zona rural de Rio Branco.

No local, foram entregues mais de 200 kits de higiene e limpeza, 210 cestas básicas, 630 galões de água com água potável além de colchões. Essa é uma parceria do Governo Federal, via Defesa Civil Nacional, administrada pela Prefeitura de Rio Branco, por meio da Defesa Civil Municipal, Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) e Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra).

Para a produtora rural Socorro Malveira, mãe de 3 filhos, a ajuda chegou em boa hora já que depende da água do vizinho, muito longe da sua casa. “Para eu beber água potável, tenho que ir até a casa do meu vizinho pegar água”, disse a produtora.

De acordo com Maria Sobrero, produtora rural, é gratificante que a comunidade tenha sido a primeira a ser assistida com esse benefício do Governo Federal e por todo esse trabalho humanitário da Defesa Civil.

“Também fomos os primeiros a receber a mecanização para o plantio. Agradeço a organização das feiras livres municipais porque tudo que se leva vende, agora vende tudo até as 10h. Nesta gestão não se paga mais para montagem das bancas, que custava 10 reais pela montagem e mais 10 reais para comprar o óleo do caminhão que leva e traz os produtores para as feiras, por mês saia a 80 reais e hoje, na gestão Bocalom, esse dinheiro fica no bolso do produtor. O produtor só tem incentivos e não paga mais esses valores, toda a logística fica por conta da Safra”, afirmou Sobrero.

Segundo o secretário da Safra, Eracides Caetano, desde o início da enchente, a equipe esteve na região ajudando os produtores rurais que ficaram ilhados. Em parceria com a SASDH trouxeram cestas básicas para ajudar.

“E hoje estamos aqui, em parceria com a Defesa Civil Municipal fazendo um trabalho para todos esses produtores que foram atingidos, ou ficaram isolados pela enchente. E, com a permissão de Deus, vamos continuar dando total apoio a esses produtores rurais que foram os primeiros a serem assistidos com a mecanização da terra para o plantio de mandioca logo após a enchente. E vamos continuar o trabalho para que esses produtores da margem do rio, no Belo Jardim e Catuaba, possam fazer seus plantios com incentivo e segurança, pois cuidar da agricultura é uma das prioridades do nosso prefeito”, assegurou o secretário.