Colegiado escolhe Janeima Azevedo para presidir Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial

O Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), do município de Rio Branco, órgão colegiado de caráter permanente, consultivo, propositivo, fiscalizador e de composição paritária entre o governo municipal e sociedade civil se reuniu nesta quarta-feira, 30, para eleger a nova diretoria para o biênio 2021/2023.

O evento organizado pela secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), ocorreu na sala de reuniões da Prefeitura e contou a participação de integrantes presenciais e virtual. A pedagoga Janeima Azevedo, recebeu votação unanime, tendo como vice a candomblecista Maria de Jesus, ativista de religião de matriz africana, representante da sociedade civil.

A nova presidente disse que em sua gestão irá trabalhar para o fortalecimento e promoção das políticas afirmativas. Falou que o Compir vai propor o aperfeiçoamento e monitorar as políticas de combate ao racismo e a promoção da igualdade racial.

“A finalidade é promover, em âmbito municipal, políticas públicas que contemplem a promoção da igualdade racial, com ênfase na população negra e outros segmentos raciais e étnicos minoritários da população rio-branquense”, destacou Janeima Azevedo.

A Assembleia Geral de votação está amparada na Lei 12.288, que em seu artigo 10, versa sobre as responsabilidades dos governos federal, estaduais, distrital e municipais na promoção de ações para viabilizar e ampliar o acesso da população negra ao ensino gratuito e às atividades esportivas e de lazer, bem como, apoio à iniciativa de entidades que mantenham espaço para promoção social e cultural da população negra.

“Estamos falando de um governo de inclusão”, destacou Rila Freze, diretora de Direitos Humanos da SASDH, referindo-se a gestão Bocalom.