Prefeito de Rio Branco participa do lançamento do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção, no Acre

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, participou na manhã desta sexta-feira, 25, em seu gabinete de trabalho, via videoconferência, do lançamento, no Acre, do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC). Participaram do evento remoto representantes do Tribunal de Contas da União (TCU), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Universidade Federal do Acre (Ufac), Câmara Municipal de Rio Branco, Controladoria Geral da União (CGU), dentre outras instituições.

O PNPC é uma iniciativa da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), executada pelas Redes de Controle da Gestão Pública dos 26 estados e do Distrito Federal, a qual conta com a coordenação do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU), e apoio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), da Associação Brasileira dos Tribunais de Contas

Durante a videoconferência foi apresentada a plataforma de autosserviço e-Prevenção, ferramenta que oferece às organizações públicas das três esferas de governo e dos três poderes a oportunidade de se autoavaliar e verificar o quanto estão suscetíveis à ocorrência de fraude e corrupção em suas estruturas.

Bocalom agradeceu a iniciativa do TCU em convidar a prefeitura da capital do Acre para participar do programa. Ele ressaltou que Rio Branco foi o primeiro município a aderir ao PNPC, por meio da Controladoria Geral do Município e da Secretaria Municipal de Educação.

“Ficamos muito felizes, pois é o que a gente quer. Eu não fui eleito para praticar corrupção, para me dar bem. Estou aqui para poder ajudar as pessoas, para servir às pessoas. Esse evento de hoje foi salutar, pois a gente viu todos os órgãos de controle reunidos, falando a mesma língua. Esse programa não se destina a punir ninguém, mas para apresentar ao prefeito, ao gestor, como eles podem controlar o que está acontecendo em sua gestão”, salientou.

Durante o evento o presidente do TCE, Ronald Polanco, e outros participantes elogiaram Bocalom ao citarem um áudio que circulou na Internet no meio desta semana, onde o prefeito recomenda que fiquem atentos ao homologarem licitações feitas no âmbito do município, com o evitar problemas de irregularidades.

“Recomendei a todos que não sujem seus CPFs, para não sujar o meu CPF. Nunca aceitei, não aceito e nunca aceitarei corrupção em minhas gestões”, concluiu Bocalom.