Fundação Garibaldi Brasil promoveu festa junina on-line no Espaço Cultural Neném Sombra

Festa junina on-line no Espaço Cultural Neném Sombra (Foto: Dircom)

A prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), promoveu no Espaço Cultural Neném Sombra, no bairro XV, durante os dias 23 e 24 de junho uma programação junina on-line. Com a pandemia, a realização das festas juninas teve que ser adaptada para que a tradição fosse mantida.

Com o tema “Não Deixe a Fogueira Apagar”, só que desta vez, sem fogueiras, quadrilhas nas ruas e comidas típicas, por causa dos protocolos sanitários contra a covid-19, as festas juninas têm ocorrido dentro de casa ou de forma remota (on-line).

O evento teve a participação do casal representante do grupo de quadrilha Malucos por São João. O tradicional casal de noivos não poderia faltar e, claro a quadrilha, um dos principais elementos da festa.

Segundo o diretor-presidente da FGB, Pedro Aragão, este foi mais um momento de alegria e celebração com a equipe ao comemorar as festividades juninas, com diversão, muita alegria e, ao mesmo tempo, com todo o cuidado recomendado sem deixar passar o dia de São João, tão tradicional na cultura popular.

“A pandemia inviabilizou não apenas as apresentações, como interrompeu toda a cadeia de economia gerada por um evento junino. Isso porque o processo de produção de uma apresentação quadrilheira envolve não só dançarinos e coreógrafos, mas também músicos, artesãos e costureiras. Diante disso, organizamos esse evento para não deixarmos essa data festiva e tradicional passar em branco”, comentou Pedro Aragão.

O coordenador do Espaço Cultural Neném Sombra e organizador do evento, Wellygton Fraga, por causa da pandemia este público é atendido em atividades em grupo, para promover a convivência comunitária, prevenir situações de risco social.

“Temos motivos em dobro para comemorar e fortalecer os laços da nossa comunidade e celebrar tradições tipicamente brasileiras. Mesmo de forma on-line foi bom festejar essa data e motivar nossos quadrilheiros,” conclui o coordenador do Espaço Cultural Neném Sombra e organizador do evento, Wellygton Fraga.