Prefeito apresenta proposta de melhoria do transporte público em Rio Branco ao Ministério Público

Um dos maiores desafios dos gestores das grandes cidades brasileiras consiste em ofertar ao cidadão um transporte público eficiente, barato e de qualidade. O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, elegeu esse tema como uma de suas bandeiras.

Na manhã desta quarta-feira, 16, acompanhado de técnicos da Superintendência de Trânsito e Transporte (RBTRANS), Bocalom se reuniu com a promotora de justiça Alessandra Marques, da Promotoria do Consumidor, do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), oportunidade em que apresentou uma proposta com alternativas para enfrentar e resolver a problemática do transporte público na capital acreana.

O superintendente da RBTRANS, Anízio Alcântara, enfatizou que o caminho para melhorar o sistema de transporte coletivo é dialogar de forma franca com a sociedade. “Temos buscado de forma incessante as boas políticas para tornar transporte coletivo eficiente, barato e com qualidade”, disse.

Alessandra Marques agradeceu a visita e considerou uma conversa de alto nível. Ela destacou a iniciativa da prefeitura de buscar uma solução que priorize as pessoas mais pobres, usuárias do transporte público. “Inicialmente nos foi apresentada uma proposta pequena, porém importante, e nós vamos avaliar”, disse a promotora de justiça

De acordo com o prefeito, o objetivo da proposta é esclarecer e orientar tecnicamente a formulação de soluções para os problemas do setor, tais como custo e tarifa, infraestrutura e modelo de contratação dos serviços, entre outros.

“Viemos ao Ministério Público mostrar as nossas intenções no sentido de resolver o problema do transporte público de Rio Branco. Eu sempre disse que se trata de uma verdadeira caixa preta, que a gente precisa abrir para que a população saiba o que acontece”, destacou Bocalom, acrescentando que a prefeitura pretende promover uma mudança radical no setor. “Essa mudança só vai acontecer com o apoio do Ministério Público”, salientou.