Prefeito de Rio Branco faz visita técnica na ETA II e anuncia investimentos

O Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, visitou na manhã desta sexta-feira, 4, as instalações da ETA II (Estação de Tratamento de Águas), para verificar in loco as condições em que o município receberá do Governo do Estado a estação que trata a água distribuída para cerca de 60% população da capital.

A presidente do Saerb, Pollyana L. Souza, a presidente do Depasa, Waleska Bezerra, gestores estaduais e municipais, além de técnicos, também estiveram durante a visita.

O local onde está instalada a estação, à margem do rio Acre, passa por um processo de desbarrancamento e preocupa Bocalom, que na semana passada assinou, com o governador Gladson Cameli, um termo revertendo o sistema de abastecimento d’água do Estado para a prefeitura.

O prefeito disse que atualmente o Depasa, órgão do governo que operacionaliza o sistema, está trabalhando para resolver o problema.

“Sem dúvida de que é necessário nos movimentarmos, Governo e Prefeitura, para não deixar acontecer o pior, que é faltar água para abastecer cerca de 60% da população de Rio Branco”, enfatizou Bocalom.

A presidente do Depasa, Waleska Bezerra, disse que a determinação do governador Gladson Cameli, de que o processo de reversão do sistema transcorra dentro do melhor nível de cooperação possível, vem sendo cumprida e demonstrou sua preocupação em resolver o problema da ETA II.

“Vamos entregar o sistema tudo muito redondo, tudo muito organizado, para que o município continue tocando da melhor forma”, falou a gestora.

Em outro local

Diante da atual situação da ETA II, o prefeito defendeu a modernização de todo o sistema, com a construção de uma nova estação de tratamento de água em outro local.

“A partir de outubro, quando assumirmos efetivamente o sistema, precisamos pensar em um modelo novo, moderno e construir em outro local. Aqui está desbarrancando tudo e não dá para ficar investindo nesse lugar”, salientou.

Bocalom revelou que o município já está trabalhando com vistas a melhorar o sistema.

“O Município já trabalha na busca por recursos e pode recorrer a financiamento junto ao BNDES para fazer investimentos em todo o sistema, de forma que a população de Rio Branco se livre definitivamente do problema da falta de água em suas torneiras”, concluiu.

Atuação da prefeitura

Visando avaliar os danos que surgiram nas últimas semanas na ETA ll, o Sistema de Água e Esgoto de Rio Branco, (Saerb), enviou técnicos até o local para analisarem os prejuízos causados na Estação.

As construções antigas e a falta de manutenção causaram danos importantes na estrutura do local.

As visitas começaram na sexta-feira, 28, com a presença da presidente da autarquia, Pollyana L Souza, continuaram no sábado, 29, com as equipes da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), na segunda, 31, com a equipe da Secretaria de Meio Ambiente do Município (Semeia), Defesa Civil, Empresa Municipal de Urbabismo (Emurb), Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra).

A visita técnica dos órgãos da prefeitura objetiva avaliar em quais condições os imóveis estão sendo devolvidos pelo Governo do Estado, por meio do Depasa, em razão da reversão do Sistema.

O estudo pretende ainda, apontar as medidas urgentes que devem ser tomadas para que a Estação de água não entre em colapso, pois trata-se da maior ETA de Rio Branco, que abastece cerca de 60% da população do município.