Prefeitura de Rio Branco realiza café da manhã para mães que estão em abrigos e casas de apoio

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), realizou nesta sexta-feira, 7, atividades em alusão ao Dia das Mães para as servidoras, colaboradoras e para algumas mulheres que são vítimas de violência e quebra de direitos auxiliadas pela Casa Rosa Mulher. Foi realizado um café da manhã em homenagem às mães e também foi apresentado a nova equipe técnica.

No abrigo Maria Tapajós, do mesmo modo, foi realizado um café da manhã e uma apresentação para as servidoras, colaboradoras, crianças e adolescentes do local. Atualmente, existem onze meninas entre crianças e adolescestes no abrigo.

“Desde o início do ano sempre sonhamos com esse momento, pois são meninas carentes de afeto, carinho e essa data é muito marcante tanto para nossas meninas como para nossa equipe, por isso tudo foi preparado com muito amor”, disse Ana Paula, gerente do Departamento de Proteção Social Especial.

Para a diretora de Assistência Social, Bete Pinheiro, tudo ocorreu como o esperado. “Foi uma linda festa, muito emocionante, com pedidos de perdão. Foi muito bem organizada pela equipe”, afirmou.

Na sede da SASDH, houve um café da manhã para as servidoras e equipe, com direito a homenagens e distribuição de lembranças. A banda de música da Polícia Militar do Acre realizou uma apresentação para as mães. Na ocasião, estavam presentes todos os diretores e equipe da SASDH.

Para Rila Freze, diretora de Direitos Humanos da SASDH, esses eventos têm importância para a valorização da pessoa humana. “Mãe é sinônimo de amor, e o amor é para ser cuidado com zelo, ser celebrado e vivido. Esses momentos são demonstrações de carinho e gratidão para com essas equipes, essas mães, que todos os dias se desdobram para atender pessoas que tanto precisam de nós”, concluiu Freze.

A secretária da SASDH, Marfisa Galvão, falou sobre sua infância e sobre as meninas do abrigo Maria Tapajós emocionada, lembrando do compromisso de cuidar dessas meninas. “Mãe não é somente aquela que gera, mas aquela que cuida e oferece o principal, que é o amor! E o amor não precisa ser de sangue, pois o amor vai além disso”, finalizou a secretária.