Prefeitura de Rio Branco leva diversos atendimentos aos moradores do Assentamento Baixa Verde

Na última terça-feira, 27, a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), realizou pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CRAS) Cidade do Povo, vários atendimentos na escola Capitão Edgar Cerqueira Filho, na comunidade do assentamento Baixa Verde, localizada no KM 30 da BR-317.

Foram ofertados diversos atendimentos com psicólogos, assistente social, atualizações cadastrais, inclusões e demais serviços do cadastro único, orientações, entrega de máscaras e encaminhamentos para outras instituições.

Para a moradora da comunidade, Maria Betânia,  ter vários atendimentos no bairro é muito gratificante. “Um trabalho desse aqui é muito bom, pois temos dificuldades para chegar até o CRAS e hoje tivemos tudo isso aqui”, disse.

Segundo o gestor da escola Edgar Cerqueira Filho, Edson de Castro Veras, esse acolhimento é de suma importância para a comunidade. “A comunidade é carente e muitos não têm oportunidade de ir até ao CRAS para fazer o cadastro do Bolsa Família, tivemos acesso também a psicólogo e nem todos têm condições de pagar uma consulta, estaremos de portas abertas para receber vocês”, afirmou Castro.

De acordo com a coordenadora do CRAS da cidade do povo, Sara de Souza, esses tipos de serviços são de grande relevância para esse assentamento, pela distância do bairro ao centro. “Muitos são idosos e nós como CRAS temos que oferecer esses serviços que eles tanto precisam até orientações sobre INSS, PBC idoso, salário-maternidade e diversas informações e orientações sobre serviços e direitos para nossa comunidade”, comentou Souza.

“Essa é a primeira de muitas ações que nossa gestão realizará sempre pensando na população que mais precisa. Hoje o CRAS Cidade do Povo fez vários atendimentos na comunidade do Assentamento Baixa Verde e conseguimos constatar duas coisas: a necessidade e a gratidão dessas pessoas é como Bocalom fala, vamos continuar cuidando de gente”, disse a secretária Marfisa Galvão.