Prefeitura cria comitê para instituir Programa de Aquisição de Alimentos em Rio Branco

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra), vai lançar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), destinado a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

A iniciativa prevê um incremento de cerca de R$ 600 mil na compra de hortaliças que visa envolver 200 produtores. O PAA municipal realizará a compra da produção de pequenos agricultores, mediante cadastro, sendo a entrega dos alimentos feita pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH).

Segundo o agrônomo da Safra, Manoel Matias, o programa vai possibilitar agregar mais renda aos produtores que terão um novo mercado de venda, bem como beneficiar o público em vulnerabilidade socioeconômica. “Vamos juntar o trabalho técnico com o setor primário e o serviço social”, disse.

O prefeito Tião Bocalom comentou que o programa terá, inicialmente, duração de 90 dias. “A distribuição dos alimentos adquiridos na compra direta do produtor será feita obedecendo critérios apontados pela SASDH, e vai garantir preço e mercado aos produtores de hortaliças”, disse.

Bocalom reuniu técnicos e diretores da Safra em seu gabinete para instituir o Comitê Gestor do Programa, que vai articular a compra e venda da produção de ciclo curto na capital, como forma de mitigar os impactos na agricultura familiar em decorrência da pandemia.