Fundação Garibaldi Brasil faz 31 anos e prefeito Tião Bocalom apresenta novo gestor

Prefeito: “Precisamos incentivar os jovens e adolescentes sobre as práticas cultural e esportiva” (Foto: Dircom)

Nesta terça-feira, 20, foi comemorado pela primeira vez, os 31 anos da Fundação de Cultura, Lazer e Esporte Garibaldi Brasil (FGB), com a presença do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom.

Uma nova fase, com novos desafios que a atual gestão pretende enfrentar de forma responsável e com a participação da Juventude.

O prefeito Tião Bocalom, aproveitou a oportunidade para apresentar o novo presidente da FGB, Pedro Henrique Lima e Silva. Até então, a Fundação era presidida pela vice-prefeita Marfisa Galvão.

Pedro Henrique: “Buscaremos dar o apoio necessário para os fazedores de cultura e os desportistas”  (Foto: Dircom)

“Trabalharemos a cultura e o esporte alinhados com a gestão. Buscaremos dar o apoio necessário para os fazedores de cultura e os desportistas. São desafios que iremos enfrentar juntos com respeito e proatividade”, disse o novo presidente da FGB, Pedro Henrique.

Segundo Tião Bocalom “esse é um momento difícil para a cultura e o esporte, diante dos desafios de pandemia que o mundo enfrenta, porém precisamos incentivar os jovens e adolescentes a prática cultural e esportiva. De forma responsável iremos trabalhar para que nossa juventude possa ter acesso a esse incentivo. A arte e o esporte são capazes  de transformar o ser humano.”

Mauro: “Foram histórias construídas com muita responsabilidade e amor” (Foto: Dircom)

O evento contou com a presença do idealizador e primeiro presidente da Fundação, o poeta Mauro Modesto que presenteou a nova gestão com alguns de seus livros, e na ocasião contou um pouco de sua trajetória como gestor da cultura.

“Foram histórias construídas com muita responsabilidade e amor, muitas vezes sem recurso, mas o trabalho era feito e tinha bons resultados. É uma honra poder estar aqui participando deste novo momento, e poder dizer que é possível transformar uma sociedade através da arte e do esporte”,  salientou o poeta.

Sobre a FGB

A história da Fundação Garibaldi Brasil foi conquistada com muita maestria e com uma pitada de poesia.

A criação de uma fundação de cultura no município de Rio Branco, partiu do poeta e escritor Mauro Modesto. À época, em um bom diálogo com o então prefeito Jorge kalume, que assinou a Lei 855 criando o mais novo órgão de administração Municipal em 20 de Abril de 1990: Fundação Municipal de Cultura apoiando em seu bojo, o esporte e o lazer.