Prefeito Tião Bocalom recebe representantes da Ameacre e diz que igrejas são hospitais espirituais

Conversa entre prefeito e representantes da Ameacre (Foto: Dircom)

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom, recebeu na tarde desta segunda-feira, 12, representantes da Associação dos Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre). Os líderes religiosos vieram dar apoio ao prefeito que permitiu, na última sexta-feira, a realização de cultos e missas aos fins de semana, feriados e pontos facultativos, mas, recomendado pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual, precisou tornar o decreto sem efeito no dia seguinte.

“Viemos trazer o nosso apoio ao prefeito Bocalom e também queremos uma posição para que nós, como igreja, possamos desenvolver nosso trabalho que é tão essencial como os demais serviços”, disse o presidente da Ameacre, pastor Eldo Gama.

A razão de apoiar a administração pública, explicou o pastor Paulo Machado, vem de muito tempo. Foram estabelecidas e fortalecidas as parcerias que já existem. “O objetivo maior é trazer bem-estar à nossa comunidade e uma prefeitura amiga, parceira é de fundamental importância”, enfatizou Paulo Machado.

Ele disse ainda que Rio Branco atravessa um momento muito difícil por causa da pandemia do novo coronavírus e da restrição da prestação de serviço com o fechamento das igrejas. “Juntos, dialogando, pensando, nós encontraremos juntos uma saída”, finalizou Machado.

O prefeito Tião Bocalom ficou feliz em ter o apoio de que mais um grupo de religiosos sobre a decisão de abrir os templos e as igrejas. “Isso significa dizer que não estamos no caminho errado, só precisamos agora convencer os outros setores da sociedade e da gestão”, disse o prefeito Tião Bocalom. “Para mim as igrejas são os hospitais espirituais”, finalizou o prefeito.